sexta, 31 de janeiro de 2020 - 18:03h - 826
Premiado! Aluno cria projeto robótico para ajudar locomoção de cegos
Paulo Seixas, 14 anos, ficou em 1º lugar dos resultados de trabalhos no curso Teen Robótica, da Setec, e ganhou uma bolsa de estudos.
Por: Rafael Aleixo
Foto: Rafael Aleixo/Setec
Paulo Seixas, de 14 anos, (no centro, de cinza) recebeu uma bolsa integral de estudos.

A deficiência visual foi uma das preocupações do aluno Paulo Seixas, 14 anos, quando teve a missão de criar um protótipo durante o curso de férias Teen Robótica, da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia do Amapá (Setec).

Aluno do 9º ano da Escola Estadual Sebastiana Lenir, o adolescente foi premiado na cerimônia de encerramento da capacitação, que ocorreu nesta sexta-feira, 31, em Macapá. Ele uma bolsa integral do Colégio Moderno, parceiro do curso.

“A ideia surgiu quando meu tio me deu a sugestão. Então eu comecei a fazer o robô. Quando ligado, um sensor infravermelho detecta a área em torno e, onde há um obstáculo, emite um sinal sonoro”, explicou.

Segundo o titular da Setec, Rafael Pontes, a ideia é promover outros cursos ao longo do ano por meio do Centro de Inovação Tecnológica (CIT) do Governo do Amapá. Ele destaca a importância de ofertar capacitações para a rede estadual de ensino.

“Esse foi o primeiro curso realizado pelo CIT e serve como modelo para os próximos. Tivemos quase 100% dos alunos que iniciaram o curso recebendo a certificação hoje, isso é muito gratificante”, destacou o secretário.

Em breve um calendário de cursos será divulgado no site www.setec.ap.gov.br.

Sobre o curso

Iniciado em dezembro, o Teen Robótica contou com a participação de 100 alunos da rede pública de ensino, com idades entre 11 e 16 anos. O curso usou diversas ferramentas educacionais e tecnológicas.

Uma das abordagens foi o sistema arduíno, que é uma placa de prototipagem eletrônica de código aberto, no qual oferece ferramentas adaptáveis, e de baixo custo, para a criação de projetos interativos de diversas ordens.

Durante o período de férias escolares, os alunos usaram o período de férias escolares para aprender sobre linguagem de programação e criação de protótipos. Entre os principais estímulos estão:

  • Cultura maker: a ideia baseia-se na capacidade das pessoas de construir e alterar objetos com as próprias mãos, em um ambiente de colaboração e transmissão de informações entre grupos e pessoas
  • Educação 4.0: designa a abordagem educacional e o conjunto de estratégias que seriam desejáveis para contemplar as necessidades da chamada Quarta Revolução Industrial, a revolução da internet, da digitalização, da coleta e análise de dados

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Rafael Aleixo/Setec

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá