quarta, 30 de outubro de 2019 - 13:42h - 991
‘Nova fase da vida’, diz militar em curso de preparação para a reserva
Treinamento busca evitar casos de depressão e ansiedade nos policiais que se aposentam. Atividade segue até sexta-feira, 1º.
Por: Jorge Abreu
Foto: Netto Lacerda
Capitão Real pretende passar mais tempo com a família quando for para a reserva

“Vou para a reserva militar. E agora?”. Essa é uma pergunta frequente na vida de policiais que se preparam para a aposentadoria remunerada após 30 anos de carreira na corporação. Para evitar transtornos, um curso prepara os beneficiados para essa nova etapa de vida.

O capitão da Polícia Militar Emerson Real é um dos 120 militares que estão em transição para a reserva, neste ano. Ele acredita que a capacitação ajuda a organizar os planos que pretende executar fora da carreira policial.

“Esse curso vem, justamente, preparar o militar para essa nova fase da vida, na qual ele vai ter que buscar novas ocupações para o tempo ocioso. Nós poderemos investir nos nossos próprios negócios ou algo do tipo para seguirmos em frente”, disse.

Formado em jornalismo e pai de dois filhos, o capitão Real conta que vai passar mais tempo com a família e investir em um negócio lucrativo. Para ele, a falta de ocupação pode levar a problemas psicológicos como depressão e ansiedade.

“A atividade da Polícia Militar não é fácil. Diariamente nós lidamos com vários tipos de ocorrências. É uma rotina de treinamento físico, cursos operacionais, gerenciamento de crise, entre outros. Então esse é outro momento”, destacou.

Os militares que se preparam para a reserva participam de palestras com médicos, psicólogos, empreendedores e enfermeiros. O curso iniciou na terça-feira, 29, e segue até sexta, 1º.

Além da capacitação, qualquer policial, mesmo na reserva, pode continuar procurando ajuda no Centro Psicossocial da PM, coordenado pela psicóloga Gorete Matos. Ela enfatiza a importância de cuidar da saúde mental.

“A reserva não é o fim. E sim, uma nova etapa. Então nós trabalhamos vários temas que achamos importantes. Falamos sobre montar o próprio negócio ou melhorar o que já existe, saúde física e mental, família, viagens e tudo que faça bem”, explicou a psicóloga.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Netto Lacerda/Ascom-Sejusp

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá