quarta, 01 de setembro de 2021 - 11:05h - 5609
Governo do Amapá leva segurança alimentar a mais de 5 mil ribeirinhos durante ação no Bailique
Programa Comida em Casa possibilitou 1,3 mil cestas para comunidades do arquipélago, além de assistência através de outros programais sociais.
Por: Criles Monteiro
Foto: Criles Monteiro
Cestas de alimentos chegaram para 1,3 mil famílias

Nesta segunda, 30, o Governo do Estado finalizou as ações de distribuição de alimentos, cadastros em programas sociais e visitas técnicas para amenizar os feitos do fenômeno Terras Caídas no Arquipélago do Bailique. As equipes de governo estavam há uma semana auxiliando cerca de 1,3 mil nas comunidades.

As atividades foram organizadas pela Secretaria de Inclusão e Mobilização Social, que levou assistência de três programas sociais do Estado: Comida em casa, Renda e Luz para Viver Melhor.

A secretária da pasta, Alba Nize Colares, explicou que foi possível levar alimento a cerca de 5 mil pessoas em função do trabalho de busca ativa e diagnóstico que foi traçado.

“As entidades, associações e igrejas foram muito parceiros em todo esse trabalho, com isso observamos o quanto podemos contar com as organizações da sociedade civil para prestar uma assistência humanitária”, ressaltou a gestora.

Vila Progresso, Comunidade de Gurijuba e Itamatatuba foram pontos centrais de distribuição onde representantes de entidades e associações puderam receber e levar as cestas de alimentos para 1,3 mil famílias de suas comunidades ribeirinhas.

As ações também tiveram como objetivo informar a população de Bailique sobre os programas sociais do Governo do Estado, além de cadastros para o Programa Renda para viver melhor.

“Programas de assistência social são sempre muito bem-vindos, principalmente em comunidades ribeirinhas como o Bailique, onde há muitas ausências, como água, energia. Há vulnerabilidade e falta informação, então, receber uma equipe que esclareça a população é de extrema importância”, enfatizou a professora Rosiane Barbosa, que leciona na comunidade de Progresso no Bailique desde 2019.

Nas visitas técnicas para diagnosticar famílias em situação de vulnerabilidade e risco alimentar, para que pudessem receber as cestas do Programa Comida em Casa, as equipes da SIMS também mapearam beneficiários para os programas Renda e Luz para Viver Melhor.

“Nós só temos a agradecer ao governo do estado por essa ação que olha por nós ribeirinhos. Sou de uma comunidade muito carente e estar recebendo essas cestas e toda a assistência prestada, está sendo um marco para nós”, declarou a vice-presidente da Associação de Moradores e Produtores Agroextrativistas do Jaranduba (Ampaj), Maria Andrade, e representante de 40 famílias que receberam cestas através do programa.

As ações beneficiaram comunidades como Progresso, Macedônia, Bom Jardim, Gurijuba, Freguesia, Igarapé do Meio, Elusai, Itamatatuba, Paraíso, Sobrecado, Jangadinha, Monte Carlos, Marinheiro, Franquinho, entre outras, totalizando 33 comunidades.

“Estamos muito felizes em estar recebendo essa doação. É a primeira vez em que a classe de rabetáxi recebe esse tipo de auxílio e estamos muito agradecidos ao Governo do Estado”, ressaltou o presidente da Associação de Rabetáxi do Bailique, Celso Marques.

 

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Criles Monteiro

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá