quarta, 30 de junho de 2021 - 15:39h - 3468
Bullying e as dificuldades de viver da arte são contadas de maneira cômica no espetáculo Jereba e Ruruka
Projeto é financiando pela Secretaria de Estado da Cultura via lei Aldir Blanc. Apresentação será realizada nesta quarta-feira, 30, via live no Facebook.
Por: Anne Santos
Foto: Divulgação
Jereba e Ruruka: Alegria em tempos de pandemia

E que tal rir um pouquinho? A dupla de palhaças Jereka e Ruruka convidam a população amapaense para assistir o espetáculo que aborda o bullying e as dificuldades de viver de arte de uma maneira bem engraçada. A apresentação será realizada nesta quarta-feira, 30, às 19h30, via  Facebook.

O Projeto é  uma homenagem à Cia Jeru, da qual as artistas Jéssica Ataíde e Ruana Melo fazem parte, que mostra fragmentos de três espetáculos da dupla, o Parocircando, o Eta, que sonho! e o Madame Jereba a Espelunca. Entre os assuntos abordados estão os traumas de infância vividos de bullying, a vida difícil de sobreviver da arte após a demissão, e reflexões sobre respeito. Tudo contado de forma leve, descontraída e com muita palhaçada.

O espetáculo é um dos contemplados pelo edital Carlos Lima “Seu Portuga”, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) via lei Aldir Blanc, com co-produção da Cortejo Produções artísticas. A atriz Ruana Melo, que interpreta a palhaça Ruruka, relata a experiência de fazer um espetáculo neste formato por conta da pandemia. De acordo com ela, trabalhar e produzir arte durante este período de pandemia não é fácil, por conta da ausência da energia do público, do riso no fundo e do abraço no final.

“São tempos que fizeram a gente se redescobrir, e embora com todos os altos e baixos o processo desse trabalho continuou sendo maravilhoso, desde os primeiros ensaios, as pesquisas e montagens, até as gravações. Reviver tudo isso e entender o poder que isso tem em nossas vidas foi gratificante e nos faz querer continuar. Espero que quem nos assista também sinta da mesma forma”, disse a artista.

Para Jéssica Ataíde, que dá vida a palhaça Jereka, o  trabalho de modo remoto é um grande desafio.

“Do gravado para o ao vivo tem uma diferença enorme. Quem trabalha com esse tipo de arte é acostumado com plateia, com aquele riso que contagia, com as brincadeiras de improviso, esse é nosso gás! E agora tudo diferente, a gente sente falta, mas o trabalho não para e continuamos fazendo tudo com muito amor e entusiasmo”, afirmou Ataíde.

Então reúne a família em casa, prepara a pipoca e dá play no espetáculo que promete levar alegria em tempos difíceis por conta da pandemia ocasionada pelo coronavírus.

Editais

Somente este ano o Governo do Amapá já efetuou o pagamento de mais de R$ 13,8 milhões em editais para o setor cultural, com 1.462 produções culturais beneficiadas. Uma forma de auxiliar os artistas e minimizar os impactos ocasionados pela pandemia do coronavírus. Além disso, os editais incentivam a produção cultural amapaense e o acesso à cultura,

 

Serviço: Apresentação espetáculo Jereba e Ruruka

Data: 30/06/2021

Horário: 19h30

Local: A apresentação será transmitida via Facebook clique aqui para assistir

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá