terça, 26 de janeiro de 2016 - 15:42h - 4466
Participantes do concurso Musa e Mister Estudantil 2015 são apresentados ao governo
Ao todo 50 escolas participam do concurso, com final marcada para o próximo domingo, 31
Por: Anne Santos

Os estudantes da rede pública de ensino do Amapá candidatos ao título de musa e mister estudantil 2015 foram apresentados oficialmente ao Governo do Estado, na tarde desta terça-feira, 26, no Palácio do Setentrião. O objetivo é oportunizar a participação desses alunos em peças publicitárias do governo. Ao todo 50 escolas participam do concurso, com final marcada para o próximo domingo, 31, a partir das 21h, na sede do Trem Desportivo Clube, em Macapá.

Na 9ª edição do programa, os candidatos tiveram a oportunidade de apresentar-se no palácio do governo. As seletivas ocorreram em 50 escolas localizadas em Macapá, Santana, Porto Grande, Cutias, Laranjal do Jari, Serra do navio, Mazagão e arquipélago do Bailique.

Aos alunos, o governador do Estado, Waldez Góes, falou sobre a importância da participação dos mesmos na escola e integração de atividades. “Temos que acreditar em uma educação que vai além do conteúdo programático. Queremos a integração de diretores, professores, alunos, comunidade e Seed [Secretaria de Estado da Educação] para que possamos envolver todos nas atividades e transformarmos os alunos em grandes cidadãos”, ponderou.

O chefe do Executivo reforçou o compromisso com as políticas públicas transversais para a juventude, mantendo a recomendação de valorizar e apoiar o movimento estudantil. Para isso, as escolas precisam implantar os grêmios estudantis e o conselho escolar para ampliar a participação dos alunos e da comunidade. Também informou sobre a reformulação e ampliação do programa Amapá Jovem, que integra todas as áreas voltadas aos jovens como educação, esporte, saúde, emprego, lazer e cultura.

Foi acreditando nessa integração que os alunos Fábio Morais, 18 anos, e Taciele Miranda, 16 anos, da Escola Estadual Irandir Nunes, entraram na disputa. A escola fica no município de Laranjal do Jari e, para chegar até a capital, são 7 horas de viagem. Um pouco cansativo, mas para eles representar o município é importante. “É a primeira vez que a nossa escola participa e chega até a final de um concurso. Estamos muito empolgados em representar Laranjal, já foi uma vitória chegar aqui”, disse Taciele.

Para o candidato Iuri Marques, 18 anos, aluno da Escola Estadual Raimunda dos Passos, na Zona Norte da capital, o concurso é a oportunidade de integrar a escola e reduzir preconceitos e rivalidades. “É importante para acabar com essa imagem de escola de periferia e separação com as escolas centrais. Somos muito marginalizados e o concurso vem para mostrar que somos todos iguais e merecemos oportunidades”, informou Iuri.

Durante o evento, o coordenador do concurso, Pedro Filé, reafirmou a importância do concurso para os estudantes e apresentou a proposta de incluir esses alunos nas peças publicitárias do governo. “A nossa proposta é que os alunos possam ser utilizados em propagandas e outras peças publicitárias para que sejam valorizados e realmente mostrem a cara do Amapá e não de pessoas de fora”, explicou.

Atendendo ao pedido dos estudantes, o secretário de Estado da Comunicação, Gilberto Ubaiara, informou que um cadastro com os dados dos alunos será feito e repassado às empresas de publicidade que prestarem serviços ao governo para valorizar a imagem amapaense. “É um dos nossos objetivos: trabalharmos com as características do nosso Estado e levaremos esses nomes para as empresas. Dessa forma, valorizamos os alunos, além de inseri-los no mercado profissional”, afirmou.

Os coordenadores do concurso também agradeceram a colaboração da Secretaria de Estado da Educação (Seed) que permitiu que o evento chegasse às escolas, sensibilizando os diretores. Na ocasião, a secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, falou sobre a importância da realização de atividades que aproximem os alunos da escola, fazendo com que sintam-se motivados a participarem mais.

Concurso

O evento é realizado pela União dos Estudantes dos Cursos Secundaristas do Amapá (Uecsa) em parceria com o programa Batendo Lata. Esta é a 9ª edição do concurso, que iniciou em 2007 com 12 escolas. A ideia do evento surgiu da vontade de mostrar a beleza existente em todas as escolas do Estado. Para este ano, a coordenação almeja a participação de todos os municípios do Amapá.

A cada edição, a participação das escolas foi aumentando e em 2015 alcançou o número recorde de participantes. E pela primeira vez conta com representantes de sete municípios e do distrito do Bailique.

Para participar da disputa o aluno precisa estar matriculado na escola que representa, frequentar assiduamente as aulas e ter boas notas. Não é exigido idade mínima.

SERVIÇOS DO GOVERNO

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá