sexta, 31 de maio de 2019 - 08:37h - 8764
Órgãos de governo estudam ampliação do Programa Amapá Jovem
Coordenado pela Sejuv, o programa deverá ampliar cronograma de atividades e alcançar mais beneficiários nos 16 municípios.
Por: Nathacha Dantas
Foto: Márcio Pinheiro/Secom
Governador Waldez Góes conduziu reunião com gestores estaduais que tratou sobre a ampliação do programa

Nesta sexta-feira, 30, no Palácio do Setentrião, o governador Waldez Góes reuniu com gestores e representantes de órgãos estaduais para traçar estratégias de ampliação do Programa Amapá Jovem, coordenado pela Secretaria Extraordinária de Políticas para a Juventude (Sejuv).

A proposta é que além das atividades desenvolvidas atualmente, sejam inclusas novas ações transversais e integradas com outros órgãos para que o programa ganhe força e alcance um número ainda maior de beneficiários. Atualmente, cerca de 13 mil jovens já são beneficiados.

O secretário Extraordinário de Políticas para a Juventude, Pedro Filé, sinalizou que o engajamento dos órgãos governamentais nas atividades que norteiam o programa é indispensável para o êxito na execução.

“O foco do programa é proporcionar ao beneficiário conhecimento, experiência e estimulá-lo a ser protagonista da sua história de vida se utilizando das ferramentas que são repassadas por meio de atividades e capacitações. A transferência de renda é apenas um dos incentivos para o bolsista”, afirmou o gestor.

O chefe do Executivo pontuou que o Programa Amapá Jovem é prioridade e compromisso da atual gestão. Portanto, a partir desse diálogo, os órgãos devem avançar na distribuição de atribuições que irão compor o planejamento de ampliação do programa. “Uma das possibilidades a serem estudadas é o estágio remunerado, para que o jovem se sinta mais estimulado a se capacitar, descobrir-se no mercado de trabalho e garantir uma vida digna”, enfatizou.

Também participaram da reunião de gestores no Palácio do Setentrião, representantes das secretarias Inclusão e Mobilização Social (Sims), Educação (Seed), Saúde (Sesa), Cultura (Secult), Trabalho e Empreendedorismo (Sete), Desenvolvimento Rural (SDR), Meio Ambiente (Sema), Ciência e Tecnologia (Setec), Desporto e Lazer (Sedel), Escola de Administração Pública (Eap), Agência de Fomento do Amapá (Afap), Departamento de Trânsito (Detran), Corpo de Bombeiros (CBM/AP) e Polícia Militar (PM/AP).

Foi acordado que outros encontros ocorrerão com os atores envolvidos ao longo do mês de junho.

Amapá Jovem

O programa visa a inclusão e qualificação de jovens com idade entre 15 e 29 anos. Entre os benefícios está a transferência de renda de R$ 120 e inclusão em cursos profissionalizantes, oficinas de arte e cultura, aulas de cidadania e atividades, pedagógica e esportivas. A meta é atingir, somente este ano, 20 mil participantes.

Criado em 2009, o programa foi reformatado em 2017 pelo Governo do Estado do Amapá. Com as novas diretrizes, os participantes têm frequências monitoradas em fichas exclusivas e o bolsista que apresenta três faltas sem uma justificativa plausível é excluído, automaticamente.

Outra mudança foi em relação às oficinas e cursos. Agora, o bolsista não precisa mais se descolar para os polos distantes de sua residência para participar da atividade escolhida, porque o cronograma é o mesmo em todos os polos em períodos diferentes.

De acordo com o cronograma de atividades o participante tem que ter 4 horas de participações semanais, sempre no contraturno das atividades escolares.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Márcio Pinheiro/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá