quinta, 14 de janeiro de 2016 - 11:20h - 4355
Governo prioriza diálogo com municípios e comunidades do Amapá
Na pauta, três pontos foram discutidos: abastecimento de água, pavimentação do ramal de acesso ao Distrito e a atualização do convênio com a Raefap
Por: Lilian Guimarães
Mantendo a proximidade e o diálogo com os municípios, distritos e comunidades, o governador do Amapá, Waldez Góes, e a equipe de governo, receberam na tarde desta quinta-feira, 14, representantes do Distrito do Carvão, que integra o município de Mazagão, localizado a 32km da capital, Macapá.

Na pauta, três pontos foram discutidos: abastecimento de água, pavimentação do ramal de acesso ao Distrito e a atualização do convênio com a Rede das Associações das Escolas Família do Amapá (Raefap).

O agricultor de 80 anos, Tomé Silva, nasceu e se criou na região do Mazagão. Defensor das causas daquele povo, se fez porta-voz dos mais de vinte mil moradores. “Moro no Distrito do Carvão, mas falo em nome de todas as comunidades. Reconhecemos que muito avançou durante os dois governos do Waldez, e viemos até aqui pedir que ele permaneça com o mesmo olhar para nossa região”, ponderou o agricultor.

Abastecimento de água

A implantação da rede de abastecimento de água para região é um ponto que está encaminhado e será resolvido nos próximos meses. De acordo com a superintendente estadual da Funasa no Amapá, Magali Xavier, tem disponível um recurso de R$ 11,5 milhões para a implantação da rede que atenderá o Carvão, Mazagão Velho, Laranjal do Maracá, Conceição do Maracá, Piquiazal e Pancada do Camaipi.

“Aguardamos apenas a desoneração das planilhas e projetos que estão na Prefeitura de Mazagão. A equipe técnica da Caesa se disponibilizou a prestar o auxílio necessário, garantindo que o processo seja executado em tempo hábil”, explicou Magaly Xavier.

Pavimentação

O segundo ponto tratou sobre da solicitação de pavimentação. Muitos investimentos estão sendo direcionados à região, como a ponte sobre o Rio Matapi e a pavimentação da estrada que liga Mazagão Novo a Mazagão Velho. Agora, a comunidade pede atenção ao ramal que dá acesso ao Distrito.

“Recebemos a solicitação da comunidade de pavimentação do ramal. Imediatamente, seguindo a orientação do governador Waldez, iniciamos o levantamento da área, para que o nosso planejamento nos permita acessar os recursos necessários. Tudo demanda tempo. Mas estamos focados em fazer o melhor para o Estado”, ressaltou o secretário de Estado de Transportes, Jorge Amanajás. 

Educação

A educação, terceiro ponto da pauta, pôde esclarecer muitas dúvidas que afligiam a comunidade. Precursor das escolas agrícolas, o governador Waldez Góes explicou aos estudantes, professores, diretores e a comunidade que o Estado está empenhado na busca de um instrumento jurídico que se adeque à legislação e permita a renovação do convênio entre o Governo do Estado e a Rede das Associações das Escolas Família do Amapá (Raefap).

“O jovem do campo precisa dessa educação diferenciada. Eu apoio as escolas agrícolas e a pedagogia da alternância. Por isso, existe uma decisão política de encontrar a alternativa que se adeque à lei e beneficie a educação do campo”, ponderou o governador.

O chefe de Estado finalizou sinalizando total apoio às demandas da comunidade. “Estamos aqui para receber as demandas de todo Estado e sempre priorizaremos o bom diálogo com todos. É fato: não conseguiremos resolver todos os problemas de uma vez só, mas, estamos trabalhando e avançando a cada dia rumo ao desenvolvimento”. 

Governo representado

As pastas do Governo do Amapá estavam representadas pelo secretário adjunto de Cidades, José Carlos Marmitão; o subprocurador geral adjunto do Amapá, André Lobato; a secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros; a diretora da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), Patrícia Brito; o secretário de Estado de Transportes, Jorge Amanajás; e o diretor do Instituto de Mapeamento e Ordenamento Territorial do Amapá, Luís Henrique Costa.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá