quinta, 30 de maio de 2019 - 16:04h - 1858
Amapá integra pacote de ações estratégicas para estimular turismo na Região Norte
A capital Macapá está na rota do Investe Turismo, um pacote de ações do MTur, que vai investir R$ 200 milhões em 158 municípios do Mapa do Turismo Brasileiro.
Por: Henrique Borges

O Investe Turismo é um programa de articulação e fomento do turismo lançado por uma união entre o Ministério do Turismo (MTur) com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). O Amapá está em umas das 30 Rotas Turísticas Estratégicas do Brasil, que vão beneficiar 158 municípios com um investimento de R$ 200 milhões, sendo um deles a capital Macapá, por estar bem ranqueada no Mapa do Turismo Brasileiro.

O programa promove a convergência de ações e investimentos para acelerar o desenvolvimento, gerar empregos e aumentar a qualidade e competitividade das Rotas Turísticas Estratégicas do Brasil. As rotas receberão um pacote de ações para o fortalecimento da governança; melhoria dos serviços e atrativos turísticos; atração de investimentos e apoio ao acesso a serviços financeiros; e marketing turístico e apoio à comercialização.

Serão 18 municípios do Norte do país contemplados pelo Investe Turismo, um deles é Macapá. A iniciativa está voltada para as 12 regiões turísticas dos estados nortistas, sendo o Polo Meio do Mundo que corresponde à região turística do Amapá. A meta é unir o setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade das rotas turísticas da Região Norte. Para a secretária de Estado do Turismo (Setur), Rosa Abdon, essa articulação vai trazer diversos benefícios e incentivar os municípios a se alinharem com a política nacional.

“Estamos trabalhando arduamente para incluir todos os municípios do Estado no Mapa do Turismo Brasileiro. Sabemos da importância desse alinhamento com a política nacional, pois o governo federal sabe do potencial do turismo e está investindo no setor para promover nossos destinos turísticos. Por isso, precisamos do apoio de todas as prefeituras nesse trabalho”, afirmou a secretária.

Enquanto o PIB nacional cresceu 1,1% em 2018, o turismo registrou aumento de 3,1% no mesmo período. A expectativa é que esse crescimento seja ainda mais expressivo nos próximos anos. Um dos indicadores do momento vivido pela atividade turística é a geração de emprego. Na última década, o turismo foi responsável por um em cada cinco empregos gerados no mundo. No Brasil, o número de postos de trabalho passou de 6,7 milhões em 2017 para 6,85 milhões no último ano.

Programa Investe Turismo

O Programa produzirá diretrizes gerais para mudar a maneira como o turismo do Brasil se posiciona. Por isso, serão estabelecidos um Plano Nacional de Atração de Investimentos; um Plano Integrado de Posicionamento de Imagem do Brasil; Diretrizes para Desenvolvimento de Destinos Turísticos Inteligentes, com indicadores para negócios sustentáveis; um Mapa do Turismo Inteligente e estudos e pesquisas de inteligência mercadológica.

Para o propósito deste Programa, entende-se por “Rota Turística Estratégica” o agrupamento da oferta turística de um ou mais municípios para fins de planejamento, gestão, atração de investimentos, promoção e comercialização turística. As Rotas Turísticas Estratégicas receberão atenção especial, por meio de um conjunto de projetos que transformarão suas realidades.

As Rotas que receberão os projetos foram definidas por meio de critérios técnicos, compostas apenas por destinos que estão no Mapa Brasileiro do Turismo 2018, com categorias A, B, C ou D. Destinos com categoria D, foram inseridos, em caráter de exceção, nos casos em que sua oferta turística é integrada ou complementar aos municípios A, B ou C.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá