quinta, 29 de novembro de 2018 - 08:57h - 4148
Exército homenageia governador no primeiro aniversário da 22ª Brigada Foz do Amazonas
Comandante da 22ª Brigada, general Viana Filho, disse que homenagem é a uma forma de reconhecimento da parceria do Estado com o Exército.
Por: Andreza Teixeira
Foto: Márcio Pinheiro / Secom
Waldez Góes foi condecorado com um medalhão entregue a ele pelo general Paulo Sérgio, comandante Militar do Norte

O governador Waldez Góes foi condecorado com um medalhão durante um jantar organizado pelo Exército Brasileiro (EB) nesta quarta-feira, 28, em Macapá. O evento marcou o início das celebrações em homenagem ao aniversário de primeiro ano da 22° Brigada de Infantaria de Selva - conhecida como Brigada Foz do Amazonas que reúne militares dos Estados do Amapá, Pará e Maranhão - integrantes do Comando Militar do Norte.

Durante o evento, o comandante da 22° Brigada, general Luiz Gonzaga Viana Filho, ressaltou que ela foi criada em 29 de novembro de 2017 para obedecer preceitos da política nacional de defesa e potencializar a presença do EB na região. Ele frisou que homenagear Waldez Góes é uma forma de reconhecimento. "Na celebração de primeiro ano da 22° Brigada, queremos agradacer ao apoio que temos recebido do governo do Estado e também fortalecer as parcerias entre as duas partes", destacou o general.

Em seu discurso, Góes afirmou que a instalação da 22° Brigada foi um passo que fortaleceu a atuação do EB no Amapá. Ele lembrou de importantes parcerias do Executivo com a instituição, como é o caso da Base Cartográfica, uma ferramenta construída pelo Exército Brasileiro que vem sendo utilizada pelo Estado para a elaboração de políticas públicas. É o caso do planejamento de ações governamentais para amenizar os danos do fenômeno Terras Caídas, no distrito do Arquipélago do Bailique, em Macapá.

Góes lembrou ainda da importante atuação do EB na manutenção da Fortaleza de São José e seu entorno. "Nos sentimos honrados em fortalecer esta parceria com o Exército Brasileiro, principalmente pelo importante papel que essa instituição presta à população amapaense ao desenvolver trabalhos como a construção da Base Cartográfica do Amapá”, enalteceu o governador.

Waldez disse que a utilização dessa ferramenta permite ao Estado respeitar, ainda mais, as áreas preservadas, indígenas, quilombolas, além de dar o verdadeiro uso social das áreas que ainda precisam ser regularizadas sem criar conflitos sociais e fundiários. “O governo também deve contratar o Exército para realizar o processo de regularização fundiária", anunciou o chefe do Executivo.

As celebrações de primeiro ano da 22ª Brigada Foz do Amazonas continuam nesta quinta-feira, 29.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Márcio Pinheiro/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá