quinta, 29 de agosto de 2019 - 14:19h - 818
Operações teste avaliam eficácia dos talonários eletrônicos
Ações foram realizadas na terça e quarta-feira, em Macapá, pela Lei Seca, e contou com a participação de militares de vários batalhões da Polícia Militar.
Por: Ailton Leite
Foto: Philippe Gomes/Secom
Agentes utilizaram talonário eletrônico nas operações

Com a finalidade de avaliar a funcionalidade do talonário eletrônico, ferramenta de substituição do talonário físico, antes utilizado nas ocorrências, a coordenação da Lei Seca no Amapá realizou na terça e quarta-feira, duas operações testes em Macapá.

“Pudemos perceber que, de fato, trouxe mais agilidade e eficiência, tendo em vista que os autos ali preenchidos vão diretamente para o sistema, eliminando todo aquele trajeto que se fazia com o talonário antigo de ir para determinado batalhão, e, depois, ser encaminhado para o Detran, o que poderia ensejar algum erro ou vício, ou até mesmo o extravio desse documento”, observou o coordenador da Lei Seca no Amapá, major Rondinele Marques.

As operações contaram com a participação de militares do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), 4º Batalhão de Polícia Militar de Santana, 7º Batalhão de Polícia Militar de Porto Grande, 11º Batalhão de Polícia Militar de Laranjal do Jari e 12º Batalhão de Polícia Militar de Oiapoque. Todos passarão a utilizar o novo sistema em suas operações de trânsito.

“A participação deles teve o objetivo de tirar qualquer dúvida que pudesse haver em relação a este novo sistema implantado pelo Departamento Estadual de Trânsito”, reforçou.

Nas operações teste, 444 pessoas foram abordadas e submetidas ao teste do etilômetro, das quais, 11 foram flagradas sob efeito de bebida alcoólica.

“Para efeito de teste, podemos considerar como válido, e as pessoas já foram autuadas através do novo sistema. Isso vem para melhorar o nosso serviço, já que este sistema preenche algumas informações automaticamente facilitando o trabalho dos agentes de trânsito”, finalizou o coordenador.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá