segunda, 29 de abril de 2019 - 20:45h - 3838
Pronúncia da língua francesa por estudantes de escola bilíngue chama atenção de embaixador
Comitiva, formada pelo embaixador da França, Michael Miraillet, e outras autoridades, conheceu os ambientes de ensino e viu apresentações de canções em francês.
Por: Caroline Mesquita
Foto: Erich Macias/Seed
Estudantes fizeram uma apresentação para a comitiva durante a visita à Escola Professora Marly Maria e Souza da Silva

Em visita ao Amapá para reativar o Consulado Francês, o embaixador da França, Michael Miraillet, conheceu nesta segunda-feira, 29, a rotina e o modelo de ensino bilíngue português-francês da Escola Professora Marly Maria e Souza da Silva, no Conjunto Habitacional Macapaba, na zona norte da capital. A instituição é a primeira do Estado a ofertar a modalidade, numa parceria do Governo do Amapá com a Embaixada da França.

Ao assistir apresentações em língua francesa dos professores, bem como canções em francês interpretadas pelos estudantes de classes bilíngues, o embaixador Michael Miraillet se impressionou com a pronúncia dos professores e a desenvoltura dos estudantes na língua francesa.  “A pronúncia é perfeita. Isso significa que os estudantes têm referência e estão aprendendo a língua”, pontuou o embaixador. Ele recebeu o certificado de francofonia. 

A comitiva é formada pelo embaixador da França, Michael Miraillet, pelo ministro-conselheiro, Gilles Pecassou, cônsul-geral da França em Brasília, Samuel Bouchard, diretor adjunto da AFD, Lamine Sow, adido de Defesa, cel. Charles Orlianges, adida Linguística-Cooperação Educativa, Catherine Petillon, conselheira diplomática do Prefet, Anne Suard, e o chefe das Forças Armadas de Guyane – FAG, general Looten. Estiveram presentes também os deputados federais Aline Gurgel e Vinícius Carvalhos, do Grupo de Amizade Brasil-França, que tem objetivo de estreitar as relações entre os dois países.

A adida Linguística-Cooperação Educativa, Catherine Petillon, vai passar a manhã de terça-feira, 30, assistindo as aulas junto aos estudantes de classes bilíngues. O ministro-conselheiro Gilles Pecassou, que esteve presente na inauguração da escola, comentou que é uma alegria imensa para ele retornar após um ano e perceber que a unidade escolar está funcionando e que o projeto bilíngue é uma realidade. “A parceria está dando certo e temos resultados concretos e com benefícios para os habitantes do Amapá”, frisou Pecassou.

A escola bilíngue é um laço forte de cooperação franco-brasileira na região. Atualmente, 920 alunos estão matriculados na escola Marly Maria, do 1º ao 5º ano do ensino fundamental I. A proposta é capacitar o estudante para que ele domine a língua francesa desde os seis anos de idade, e utilize desse conhecimento para o seu desenvolvimento social e crescimento pessoal. A instituição começou atendendo apenas o 1º ano com classes bilíngues, em 2018. Este ano, tanto alunos do 1º quanto do 2º ano têm aulas de matemática e ciências em língua portuguesa e em língua francesa.

A secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, destacou a importância do projeto e da parceria com a França na implementação da escola de classes bilíngues, principalmente porque pode transformar o futuro desses estudantes. “Até 2022, a escola será integralmente bilíngue. Todo esse conhecimento e vivência da língua francesa transformará o futuro dessas crianças. Eles também terão acesso ao Programa de Aprendizagem do Amapá. Ou seja, além de bilíngues, terão reforço na aprendizagem de Língua Portuguesa e Matemática”, sublinhou a gestora.

Formação docente

A relação franco-amapaense é muito positiva, principalmente nas formações docentes. Os professores da escola tiveram quatro formações oferecidas pela Embaixada da França, sendo que a próxima formação acontecerá no mês de julho. No mês passado, a escola desenvolveu um grande projeto, a Semana da Francofonia, com várias atividades e apresentações culturais.

Além disso, para favorecer as interações verbais, todos os funcionários da instituição fazem curso de língua francesa – uma parceria realizada com Centro Estadual de Língua e Cultura Francesa Danielle Mitterrand.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Erich Macias / Seed

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá