sexta, 29 de março de 2019 - 17:30h - 4488
Melhores peças artesanais do Amapá serão conhecidas neste domingo
A votação que vai escolher os melhores trabalhos se estende até sábado, 30. 14 peças estão na disputa.
Por: João Clésio
Foto: Ascom/Sete
Votação atrai bom público no primeiro dia. As três peças mais votadas receberão premiações que variam de R$ 300 a 600

A votação que vai escolher as melhores peças artesanais do Amapá em 2019 iniciou nesta sexta-feira, 29, e prossegue neste sábado, 30, na Casa do Artesão. O resultado final será conhecido no domingo, 31. Foram inscritas 14 peças produzidas por artistas de Macapá, Mazagão, Laranjal do Jari e Oiapoque. A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete) é a responsável pela realização do evento.

A artesã Marcela Athayde, acompanhada do filho, foi uma das primeiras a votar. “É um incentivo e tanto para a categoria. Também é uma forma de reconhecer e premiar os artesãos pela sua força de trabalho. Espero que em 2020 eu possa ter uma peça concorrendo”, comentou. O concurso vai premiar três peças escolhidas por meio de votação popular.

As peças estão expostas e identificadas por numeração. Em cada uma há o nome, o que representa, material usado na produção, entre outras informações. As pessoas escolhem um número e votam. A votação continua neste sábado, das 15h às 21h. No domingo, 31, às 19h, será divulgado o resultado do concurso com o anúncio dos três primeiros colocados. O vencedor receberá a importância de R$ 600. O segundo colocado R$ 400 e o terceiro R$ 300.

 



Afonso Santana, que trabalha com pirografia (processo de desenhar em madeira com uma ponta de metal quente) e reciclagem, fez questão de prestigiar o concurso. “São todas lindas e bem acabadas. Fico feliz em ver que nosso trabalho vem sendo valorizado pelo poder público e pela sociedade”, avaliou.

As peças foram confeccionadas em madeira, argila/cerâmica, fibras vegetais, palhas, cipós, sementes regionais, fios e tecidos. Cada uma tem denominação e matéria-prima usada: A Rosa do Deserto (fibras vegetais, palhas e cipós); Mão do Artesanato, Pátria Amada, aqui começa o Brasil (madeira); Iemanjá (madeira); Vaso Amor, Natureza, Trabalho e Prosperidade (argila/cerâmica); O Artesão e a Sua Arte (argila/cerâmica); O Alimento da Arte (fibras vegetais, palhas e cipós); Jato de Guerra (madeira); Jovem Artesão, Trabalhadora Manual (fios e tecidos); Padroeiro São José (fios e tecidos); Abajur, Luminária Regional (sementes regionais); O Artesão Pescador (madeira); Tapete Forte do Amapá (fios e tecidos); Jabuti (fibras vegetais, palhas e cipós) e Pássaros da Amazônia (Madeira).

“É o primeiro concurso de peças artesanais realizado pelo Governo do Estado com regulamento definido em edital. O certame tem atraído a atenção da população local e dos turistas. Aproveito para convidar a sociedade amapaense para conhecer a Casa do Artesão, comprar os produtos feitos por nossos artistas e aproveitar para votar na melhor peça artesanal”, enfatizou Marcela Chesca, secretária do Trabalho e Empreendedorismo.

Na comemoração do Dia Estadual do Artesão, ocorrido em 19 de março, a Casa do Artesão passou a contar com uma nova identificação visual, inclusive com informações em inglês e francês. O prédio também passou por uma reforma geral no telhado, pintura, parte elétrica e hidráulica. A obra foi executada com recursos do Governo do Estado. No espaço, o visitante tem acesso à exposição Mestres Artesãos do Amapá. São nove artesãos pioneiros homenageados em vida e em memória.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

João Clésio / Sete

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá