sexta, 28 de julho de 2017 - 15:31h - 9053
Hip-Hop: seis amapaenses passam para etapa nacional
Classificados terão a chance de disputar a vaga para o mundial na Holanda
Por: Andreza Teixeira
Foto: André Rodrigues
Apenas competidores e juízes participaram da seletiva.

O movimento hip-hop é composto por três elementos: o grafite, o rap e o breakdance, uma dança de rua na qual um dos principais personagens é o b-boy - em tradução literal seria garoto que dança break. Nesta sexta-feira, 28, reuniram-se, no Teatro das Bacabeiras, 63 desses jovens para participar da eliminatória que selecionou 26 competidores para duas competições diferentes. 12 irão concorrer ao Red Bull BC One Brazil Cypher e 16 disputarão a Batalha Amapá.

Dos 12 jovens selecionados para o Red Bull BC One Brazil Cypher, seis são amapaenses. Eles se unirão a quatro dançarinos já definidos pela empresa organizadora do evento, todos competirão pelo título de melhor b-boy do Brasil em uma grande final, que acontecerá neste sábado, 29, na Fortaleza de São José de Macapá.

 O vencedor terá uma vaga garantida na final mundial do campeonato, que ocorrerá em novembro, em Amsterdã, na Holanda, com todas as despesas pagas pela empresa.

Um dos organizadores do Red Bull BC One Brazil Cypher, Carlos Augusto, conhecido como Zulu, explica que é a segunda vez que o Amapá sedia o evento. “Da primeira vez, recebemos a seletiva regional do evento. Agora é diferente, pois ao sediar a final, temos os melhores b-boys no Estado, incluindo profissionais de outras regiões e países”, ressaltou Zulu, que faz parte do Instituto Cultura Viva.

A eliminatória também selecionou 16 jovens para participar da 14ª Batalha Amapá, que ocorre nesta sexta-feira, no Teatro das Bacabeiras, a partir das 18h. “Com a Batalha Amapá buscamos apresentar um espetáculo e fortalecer o movimento hip-hop no Estado”, frisou Zulu.  O primeiro colocado receberá premiação em dinheiro e medalha.

Avaliação

Os competidores foram avaliados por três b-boys profissionais: o paulista Alex Eduardo, conhecido como Pelezinho, membro do time estrelado Red Bull BC Red All Stars; o colombiano Arex Montaño e, pelo amapaense, Josiel Ramos, conhecido como Jojô.

Josiel explica que os critérios avaliados foram musicalidade, dinamismo, originalidade, performance e presença de palco de cada um dos competidores. “Essa é uma oportunidade única magnífica para o movimento hip-hop amapaense, para que ele passe a ser uma cultura mais valorizada em nosso Estado”, ressaltou.

O gestor da Secretaria de Estado da Cultura, Dilson Borges, ressalta que o Amapá tem investido em diversos segmentos culturais entre eles o hip-hop, por meio do evento Red Bull BC One Brazil Cypher, realizado em parceria com a empresa Red Bull. “O hip-hop é um movimento que envolve cerca de 2 mil jovens no Amapá, por isso, estamos dando o apoio necessário”, frisou o secretário acrescentando que o evento irá estimular a geração de emprego e renda, por meio de empregos temporários. O Governo do Amapá vai investir R$ 142 mil no evento. 

Valorização do Hip-Hop

Durante a eliminatória, os jovens se reuniram para competir, mostrar seu trabalho e trocar ideias com os outros b-boys. Os dançarinos Danilo Banaion, 18, e Marcio Toscano, o Marcinho, 29, vieram de Laranjal do Jari para prestigiar e participar do evento.

Danilo explicou que vem se preparando há meses para o Red Bull BC One Brazil Cypher e para a Batalha Amapá. “Eu sempre gostei de dança e de desafios. O hip-hop reuniu esses dois fatores, pois ele requer muito esforço físico para conseguirmos executar os passos. O hip-hop, para mim, é mais que uma dança, é uma forma de expressão”, detalhou.

Mais experiente, Márcio, foi quem apresentou o mundo do hip-hop ao amigo Danilo. Ele pratica a dança há mais de dez anos e já participou de competições regionais e nacionais. Marcinho é professor de zumba e acredita que a dança é uma saída para que os jovens não se envolvam com a criminalidade. “A dança é sentimento, amor, e me fortaleceu. Através dela, eu aprendi a respeitar as pessoas. Hoje eu vim aqui para representar o meu município e, futuramente, quero representar o Amapá em outras competições do Amapá e do Brasil”, concluiu.

GALERIA DE FOTOS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá