domingo, 30 de junho de 2019 - 14:14h - 3381
Amapá vai expor e comercializar artesanato na maior feira da América Latina
Em 2018, o Amapá faturou mais de R$ 60 mil na Fenearte. Seis artesãos foram selecionados para participar do evento, que será realizado em Pernambuco.
Por: João Clésio
Foto: José Baia/Secom
Peças que serão expostas e comercializadas na Fenearte já foram transportadas para o local do evento

Entre os dias 3 e 14 de julho, seis artesãos amapaenses terão a oportunidade de expor e comercializar aproximadamente 13 toneladas de produtos na Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), a maior feira da América Latina do segmento e que vai ocorrer no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

Em 2018, o Amapá faturou R$ 61,5 mil com a venda de artesanato na Fenearte e mais R$ 3,3 mil em encomendas de peças. A meta para este ano é superar esta marca. Por meio de processo de inscrição e seleção simplificada, o governo do Estado selecionou os artesãos Eunice Ferreira Rocha, Celso Valadares Sales, Maria de Fátima dos Reis Bríccio, Sandra Maria de Melo Alfaia, Jansen Rafael da Silva e Antônio Augusto Simões Neto, para participarem da feira.

A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete) é responsável pelo transporte das peças até o local do evento, estande e apoio logístico aos artesãos. O material é produzido em madeira, sementes, cerâmica e fibras vegetais, e já foi levado para Pernambuco. Os seis artesãos do Amapá vão ficar num estande coletivo de 36 metros quadrados, cedido pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB).

“É mais uma oportunidade de mostrar para o Brasil e ao mundo o artesanato produzido aqui no Amapá. A Fenearte é aguardada com expectativa pelo segmento, uma vez que é uma maneira de fechar bons negócios. Este ano batemos recorde em volume de peças que serão expostas no evento, graças à sensibilidade e olhar empreendedor do governo do Estado”, avaliou a secretária do Trabalho e Empreendedorismo, Marcella Chesca.

A 20ª Fenearte conta com investimentos de R$ 5,5 milhões e um total de 5 mil expositores abrigados em 800 estandes. A expectativa é movimentar R$ 43 milhões nos 11 dias do evento, que terá, além da venda de artesanato, oficinas, desfile de moda, mostra de decoração, teatro infantil, ações de cidadania, polos de gastronomia e alimentação artesanal.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

José Baia/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá