quarta, 29 de abril de 2020 - 15:30h - 1061
Combate à malária: Amapá apresenta redução de 62,7% nos casos da doença
Estado atribui o resultado a estratégias como distribuição de 50 mil mosqueteiros impregnados de inseticida nas comunidades com maior incidência.
Por: Nathanael Zahlouth .Colaboradores: Marco Antonio P. Costa
Foto: Nathanael Zahlouth/SVS
Medidas de combate e prevenção são aplicadas em parceria com as prefeituras dos municípios

O Amapá apresenta uma redução de 62,7%de nos casos de malária na comparação entre o primeiro trimestre de 2019 com o mesmo período de 2020. Os dados são da unidade de Vigilância Ambiental, ligada à Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

Em números absolutos, de 1º de janeiro a 31 de março de 2020 foram registrados 1.045 casos da doença.  Enquanto o mesmo período de 2019 contabilizou 2802 confirmações.

Houve redução significativa dos casos de malária falciparum, a espécie mais grave da doença: nos primeiros três meses de 2019, foram observados 255 casos; em 2020 o número despencou para 98.

Os registros de malária vivax (espécie mais branda) também apontam uma queda. No primeiro trimestre do ano passado foram 2707 casos, em 2020 são 1029.      

As ações de controle do vetor da malária (mosquito Anopheles) são desenvolvidas pelo Governo do Estado com apoio das prefeituras municipais. 

O superintende da SVS, Dorinaldo Malafaia reforça que a redução nos casos de malária no Amapá vem ganhando força desde 2019 – quando foi observada uma redução de 30,6% em relação a 2018. Este ano a queda foi ainda maior.

Malafaia afirma que o trabalho feito em um ano reflete no ano seguinte, daí a importância de manter as estratégias de prevenção adotadas pelo Estado.

VEJA TAMBÉM: Prevenção e combate: Amapá diminui 30,6% dos casos de malária em 2019

 “Uma das estratégias que utilizamos em 2019 foi a distribuição de 50 mil mosqueteiros impregnados com inseticidas que entregamos às comunidades de todo o Estado onde a incidência de casos era maior. Agora colhemos esse resultado muito satisfatório”, declarou Dorinaldo Malafaia. Também houve trabalho de orientação à comunidade.

VEJA TAMBÉM: Governo do Estado prepara intervenção emergencial contra a malária

Municípios

Dos 16 municípios amapaenses, Mazagão, Porto Grande, Santana e Oiapoque se destacam na redução dos casos de malária durante os períodos avaliados. Apenas as cidades de Pracuúba e Ferreira Gomes não apresentaram queda.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

John Barroso

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá