terça, 27 de novembro de 2018 - 18:46h - 138
Construção de nova ponte na Lagoa dos Índios inicia em dezembro
Em função da utilização de máquinas pesadas e serviços de terraplanagem, canteiro da obra foi mudado para uma área maior, na zona oeste de Macapá.
Por: Gabriel Dias
Foto: Irineu Ribeiro/Secom
Canteiro foi transferido para uma nova área, localizada a 500 metros do local da obra

Está previsto para o mês de dezembro o início da construção de uma nova ponte na Lagoa dos Índios, na Rodovia Duca Serra (AP-120), zona oeste de Macapá. Essa é mais uma etapa da duplicação da rodovia, necessária para que a ponte esteja de acordo com a nova extensão da pista evitando, assim, o afunilamento do trânsito. Os trabalhos são conduzidos pela Secretaria de Estado de Transportes (Setrap).

Em função da grande movimentação de máquinas e equipamentos, a empresa responsável pelo serviço modificou canteiro de obras para um terreno maior. Por esse motivo, houve a necessidade da retirada de parte do canteiro construído anteriormente na lateral da pista, e sua transferência para a nova área, localizada a 500 metros do local da obra.

“Após concluída a primeira fase de delineação exata e pormenorizada da área, surgiu a necessidade de a empresa locar uma área maior para o canteiro, por causa do aumento na movimentação de máquinas grandes e realização de serviços de terraplanagem para o início dos trabalhos de execução da nova estrutura da ponte, a partir da próxima semana”, explicou o titular da Setrap, Benedito Conceição.

A estrutura foi planejada para suportar a movimentação da água, mesmo em períodos em que a maré atinge níveis máximos de enchente, principalmente, no inverno. Além da construção da ponte, o projeto prevê a revitalização de todo o entorno da Lagoa dos Índios, que mede 420 metros, onde serão construídas quatro pistas, ciclovia, área de contemplação, acostamento, sinalização e iluminação.

Unidade de Conservação

Uma das condicionantes para se concluir a reestruturação da ponte da Lagoa dos Índios é a criação de uma Unidade de Conservação Ambiental na área. O projeto foi concluído pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e está sob análise da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), antes de ser encaminhado para votação na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap).

A proposta de criação da unidade surgiu, a partir de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o governo e o Ministério Público (MP/AP), como forma de compensação pelas intervenções no meio ambiente, feitas com a duplicação da Rodovia Duca Serra e pavimentação da Linha Verde. Os dois empreendimentos estariam impulsionando a ocupação do entorno da Lagoa, devido ao valor imobiliário agregado pelas duas obras.

Duplicação da Duca Serra

As obras na Lagoa estão incluídas no projeto de duplicação de 17 quilômetros da Rodovia Duca Serra. Os serviços começaram em frente ao 34º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), no bairro Alvorada, em Macapá, e se estendem até as proximidades do 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM), no município de Santana.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Marcelo Loureiro/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá