terça, 26 de novembro de 2019 - 21:16h - 4962
Desenvolvimento sustentável é destaque na abertura do Congresso de Engenharia Florestal
Evento iniciou nesta terça, 26, e segue até o dia 29, com uma programação variada que conta com palestras, exposições, mesas-redondas e minicursos.
Por: Rafael Aleixo
Foto: Rafael Aleixo
Cerimônia de abertura aconteceu na Embrapa Amapá, em Macapá

Iniciou nesta terça-feira, 26, o III Congresso Amapaense de Engenharia Florestal (Conaef). O evento traz em sua temática deste ano a “potencialidade do uso múltiplo da Floresta Amazônica”.

O congresso é organizado pela Universidade do Estado do Amapá (Ueap), Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec) e Associação Latino-Americana de Estudantes de Ciências Florestais (Alecif).

A cerimônia de abertura ocorreu na Embrapa Amapá, e contou com a presença de estudantes, professores, pesquisadores e representantes da Embrapa Amapá e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amapá (Crea-Ap).

De acordo com o coordenador do Conaef, Jadson Abreu, a discussão sobre a utilização múltipla das florestas é fundamental para desmistificar o uso florestal apenas para a extração madeireira. “O Amapá já é referência regional, pois, possui comunidades que sobrevivem do uso sustentável de nossas florestas. Isso ocorre através da coleta e comercialização de frutos, cascas e da extração de óleos. Podemos usar a floresta de forma que não possamos degradá-la para obtermos lucro”, reforçou o pesquisador e coordenador do congresso.

O Conaef traz os eixos: manejo florestal, meio ambiente, tecnologia de produtos florestais madeireiros e não madeireiros e silvicultura. Essas áreas estão distribuídas na programação que conta com palestras, exposições, mesas-redondas e minicursos.

A estudante Mayara Ramos, do curso de engenharia florestal da Ueap, é bolsista da universidade e realiza pesquisas de iniciação científica na área. “Sou bolsista da parte de manejo florestal, todas as informações aqui do congresso serão muito importantes. Principalmente, sobre as novas tecnologias que podem ser aplicadas nessa área”, destacou a estudante.

A programação completa do evento está disponível em: www.even3.com.br/iiiconaef.

A abrangência do tema

Para o coordenador de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da Setec, Perseu Aparício, o evento é mais uma contribuição do Governo do Amapá para o incentivo de novas pesquisas na área. “Os eventos que a academia promove, principalmente, a universidade estadual, que possui cursos vocacionais, e atua no uso de nossa biodiversidade, são fundamentais para a discussão de ferramentas de pesquisas que possam ser utilizadas para o desenvolvimento do estado”, falou Perseu.

O coordenador lembrou que o Amapá tem mais de 70% de cobertura florestal em áreas protegidas, como terras indígenas e unidades de conservação. Segundo ele, analisar o uso dessas terras da melhor forma possível é essencial para garantir os serviços ecossistêmicos das florestas.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Rafael Aleixo

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá