quinta, 26 de março de 2020 - 17:05h - 540
Centros de referência em saúde adotam medidas internas para enfrentamento ao Covid-19
Os atendimentos foram suspensos para evitar aglomerações. A medida é válida por 15 dias, mas pode ser prorrogada de acordo com as medidas adotadas para enfrentar a pandemia no Amapá.
Por: Elmano Pantoja
Foto: Arquivo/Secom
No Creap, os atendimentos ambulatoriais estão suspensos

Os Centros de Referência em Saúde do Estado, que prestam serviços de assistência à usuários da rede pública, estão com atendimentos presenciais suspensos desde o último dia 20. A suspensão segue até o dia 3 de abril, mas o prazo poderá ser prorrogado caso haja necessidade da edição de novas medidas de enfrentamento ao coronavírus (COVID-19).

As unidades levaram em consideração os Decretos 1414 e 1415, do Governo do Estado do Amapá, que estabelece uma série de medidas que visam reduzir o fluxo e a aglomeração de pessoas.

Veja a seguir, quais são as medidas adotadas por cada centro:

Centro de Referência em Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Cerpis)

- Suspende o atendimento ao público externo, usuários e pacientes e mantem o expediente administrativo de 8h às 12h.

Centro de Reabilitação do Amapá (Creap)

- Suspende os atendimentos ambulatoriais e a permanência de estágios acadêmicos.

 Centro de Especialidades Odontológicas do Amapá (CEO)

- Suspende todo e qualquer atendimento odontológico, até o dia 4 de março, podendo prorrogar o prazo.

Centro de Referência em Doenças Tropicais (CDT)

- Restringe o horário de funcionamento de 08h às 11h, priorizando assistência para agravos de leishmaniose, mal de Hansen, tuberculose cutânea e emergências dermatológicas.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá