sexta, 25 de outubro de 2019 - 16:06h - 778
600 novas doses de vacina contra a pneumonia chegam para público com imunidade fragilizada
Vacina é ofertada a crianças, adolescentes e adultos com HIV/Aids, transplantados (células-tronco hematopoiéticas e órgãos sólidos) e pacientes oncológicos.
Por: Júlio Miragaia
Foto: André Rodrigues/Sesa
Vacina passou a ser ofertada para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)

Após chegada de uma nova remessa, com 600 doses da vacina pneumocócica 13 valente (conjugada), o Governo do Amapá reforça o chamado aos segmentos que podem receber a imunização, conforme orientações do Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais (Crie), para o correto atendimento.

Entre os públicos para o qual a vacina é ofertada, estão crianças a partir de 5 anos, adolescentes e adultos portadores de HIV/Aids, transplantados de células-tronco hematopoiéticas (medula óssea), transplantados de órgãos sólidos e pacientes oncológicos.

Para o atendimento no Crie, é necessário que os pacientes sejam consultados e apresentem o encaminhamento médico.

“É preciso ter prescrição médica, cartão do SUS, cartão de vacinação e comprovante de residência para que seja feito cadastro no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (Sipni)”, explicou a chefe da Unidade de Imunobiológicos da SVS, Andréa Marvão.

De acordo com o superintendente da SVS, Dorinaldo Malafaia, a unidade de munobiológicos do Amapá tem, atualmente, 900 doses da pneumocócica 13. Para o gestor, a chegada da vacina ajudará a dar qualidade de vida a quem tem maior vulnerabilidade à doença.

“Os grupos que são alvo dessa vacina especial, têm a imunidade fragilizada. Então, o imunobiológico tem o objetivo de prevenir possíveis complicações nos quadros de pneumonia. A rede pública de saúde disponibiliza mais uma forma de garantir a saúde desse público, é uma vitória da sociedade na promoção de qualidade de vida para todos”, frisou Malafaia.

A assistente jurídica Maria Izabel Cruz levou a filha, a pequena Heloísa, de 5 anos, para vacinar. A mãe diz que a criança já teve 5 crises de pneumonia, por conta de uma imunodeficiência congênita, e comenta a importância da oferta da imunização.

“É importante, porque a gente tem a oportunidade de imunizar de graça. E isso melhora a qualidade de vida, melhora a proteção. O indivíduo que tem uma imunidade baixa tem sempre as doenças oportunistas que estão à espreita”, comentou a mãe.

Crie
O Crie fica localizado na Rua Jovino Dinoá, 1251, no Centro de Macapá.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá