sexta, 25 de setembro de 2020 - 17:50h - 852
Sistema de segurança pública do Amapá conhece estratégia para fortalecer controle nas áreas de fronteira
Representantes do Ministério da Justiça estão no Amapá para apresentar o Programa Vigia. Visita técnica é o primeiro passo para adesão ao programa.  
Por: Henrique Borges
Foto: Philippe Gomes
A implementação do programa no Amapá e o início da operação Hórus vão trazer mais integração entre os órgãos que atuam combatendo os crimes na fronteira.

Com foco em unir as forças para aumentar a presença do Estado nas áreas de fronteira, o Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (Vigia) deve ser implementado no Amapá. O assunto foi abordado nesta sexta-feira, 25, quando representantes da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Seopi-MJ) apresentaram o programa aos gestores dos órgãos de segurança do Amapá.

O Vigia tem como objetivo ser uma plataforma integradora que busca aumentar a presença do Estado e a efetividade do controle nas fronteiras e divisas. Para isso, é fundamental a integração das atividades de inteligência e operacionais das instituições de segurança pública federais, estaduais e municipais, de defesa, de fiscalização e de controle que atuam na faixa de fronteiras e divisas do país. 

De acordo com o secretário da Sejusp, Carlos Souza, a intenção é implantar o Programa que promete trazer mais integração entre os órgãos envolvidos na segurança de fronteira do Amapá.

“Estamos recebendo a comitiva técnica com o objetivo de discutir a integração entre os órgãos estaduais e federais de atuação na fronteira e com isso combater o tráfico de drogas, de pessoas e também o contrabando”, explicou. 

O ministério fortaleceu a atuação integrada com outros órgãos para impedir a entrada de drogas, cigarros, armas e munições. Para o gerente nacional da Coordenadoria Geral de Fronteira do Ministério da Justiça e Segurança Pública (CGFRON), Saulo Sanson, os primeiros passos para o início da operação já foram dados. A comitiva da Seopi também realizou uma visita técnica no município de Oiapoque na última quinta-feira, 24, para levantamento de informações da área fronteiriça do estado.

“A implementação requer vários passos, fomos primeiro conhecer a realidade das instituições de segurança e também fomos identificar e analisar o fluxo de crimes de fronteira. O próximo passo, agora, é a adesão ao programa, com isso vamos dar início à operação Hórus no Estado”, disse.

Na reunião estavam presentes representantes do Exército Brasileiro, Capitania dos Portos da Marinha do Brasil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Amapá, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Técnico-Científica. O encontro aconteceu na Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Operação Hórus

A Operação Hórus é um projeto piloto do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras – o Vigia – que está sendo implementado pelo ministério em todos os estados do país e já possui resultados. Coordenado pela Seopi, o trabalho tem dado resultados expressivos ao impedir a entrada de drogas, cigarros, armas e munições pelas fronteiras do país, bloqueando mais de R$ 12,6 bilhões em artigos ilegais.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá