sexta, 24 de maio de 2019 - 16:10h - 1190
Sesa vai ampliar atendimento a pessoas com autismo em Laranjal do Jari
Desde 2017, o governo do Estado já faz o acompanhamento de pessoas com autismo, no Hospital de Laranjal do Jari. Agora, o serviço será ampliado.
Por: Elmano Pantoja
Foto: Elmano Pantoja
Termo de Cooperação Técnica entre Sesa e Ministério Público foi assinado nesta sexta-feira, 24, em Macapá

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) assinou, na manhã desta sexta-feira, 24, um Termo de Cooperação Técnica com o Ministério Público do Estado do Amapá (MP/AP), que garante a ampliação do atendimento multidisciplinar a crianças e adolescentes portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA), em Laranjal do Jari. A assinatura prevê a cessão gratuita de três salas no anexo da Promotoria de Justiça do município, localizado na Rua Primavera, nº 1171, bairro Agreste, para que os serviços sejam ofertados.

Com a cessão das salas, o Estado vai garantir um atendimento mais qualificado, em um ambiente que vai permitir adaptar os equipamentos necessários para as terapias, além de estar em conformidade com o protocolo de assistência ao espectro autista, que orienta que o espaço seja parecido ou semelhante a uma casa para que a criança se familiarize sem muita dificuldade.

O Hospital de Laranjal realiza, desde 2017, o acompanhamento terapêutico ocupacional para 40 crianças com autismo. O interesse da Promotoria de Justiça em ceder as salas surgiu após um evento sobre o autismo no mês de abril, que contou com a participação de pacientes e familiares.

“Nós estávamos em uma roda de conversa, quando vimos a necessidade de esses usuários terem um espaço mais adequado para atendimento e, já que temos salas disponíveis no anexo da Promotoria, por que não nos unir pelo bem comum da população?”, argumentou a promotora de Justiça de Laranjal do Jari, Samile Brito.

As salas estão sendo cedidas sem custos ao Estado, cabendo, ao Executivo, apenas viabilizar os profissionais e adequação para que ocorra o atendimento. Para a secretária de Estado da Saúde em exercício, Clélia Gondim, os encaminhamentos já estão sendo dados para a ampliação do serviço.

“O atendimento ao espectro autista já vinha sendo dado no hospital do Jari. Com a disponibilidade dessas salas, poderemos ampliar este atendimento que, além de um profissional terapeuta, vai contar com psicólogo e fonoaudiólogo, de modo a dar uma assistência mais completa tanto ao paciente, quanto à família”, ressaltou a secretária.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá