terça, 24 de março de 2020 - 22:42h - 375
Forças de segurança do Amapá reforçam restrições de atividades comerciais
Nos 16 municípios, operação envolve as polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros, além de servidores da SVS.
Por: Weverton Façanha
Foto: Lucas Brito/Ascom Polícia Civil
Ação percorre estabelecimentos comerciais dos 16 municípios do estado.

MATÉRIA ATUALIZADA

Nesta terça-feira, 24, forças de segurança do Governo do Amapá intensificou as fiscalizações para reforçar as medidas exigidas no Decreto nº 1415, que estabeleceu novos horários para atividades comerciais nos 16 municípios.

A medida atende as recomendações preventivas ao COVID-19 em relação a evitar aglomerações de pessoas. Outras restrições foram editadas no Decreto nº 1414, que suspende atividades comerciais, religiosas e de atendimento.

As fiscalizações foram realizadas pelas polícias Militar (PM) e Civil e Corpo de Bombeiros Militar (CBM), além do apoio da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), que coordena as ações de enfretamento ao novo coronavírus.

Em Macapá e Santana mais de 100 agentes de segurança participaram da ação. As equipes percorreram centros e periferias, além de áreas portuárias e pontos considerados críticos, em relação a violência.

Abordagens pessoais e pedido de fechamento de estabelecimentos fora dos horários estabelecidos fizeram parte da operação. Até o início da noite, dois homens foram presos por desacato as autoridades e comerciantes chegaram a ser autuados.

“Estamos atuando em todo o estado para que o decreto seja cumprido e vamos com rigor. Quem desobedecer o estabelecido terá que ser enquadrado na lei”, destacou o comandante-geral da PM, coronel Paulo Matias.

Para o delegado de Polícia Civil, Júlio Cesar Darques, a ação garante a saúde pública, como também estabelece a ordem. Ele destaca que foram flagrados abertos lanchonetes e mini box, que foram imediatamente fechados.

“O trabalho é coletivo para fazer valer o que exige o decreto, pois é um caso de saúde pública e nossas equipes estão atuando em todo o Amapá para que as pessoas entendam a importância desse trabalho”, finalizou o delegado.

A operação conjunta COVID-19 iniciou na semana passada e seguirá até o encerramento do decreto. 

Segurança pública

Paralelo ao cumprimento ao decreto, a operação prendeu, neste dia, sete pessoas pelos crimes de tráfico de drogas e desacato, além de quatro quilos de maconha e R$ 3 mil (oriundo da venda da droga), no bairro Pantanal, zona norte de Macapá.

Ao todo, 215 pessoas foram abordadas em atitudes suspeitas. A ação fechou 47 pontos comerciais foram do horário permitido. Participaram da força-tarefa 179 agentes de Segurança Pública em 58 viaturas.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Ascom Polícia Civil e Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá