segunda, 23 de agosto de 2021 - 20:50h - 1653
Polícia Militar promove semana pedagógica com foco no retorno de projetos sociais
Instituição possui cerca de 35 projetos sociais de forma direta e indireta e atende mais de 10 mil crianças e jovens em vários municípios do Amapá.
Por: Weverton Façanha
30 educadores militares e civis participam da semana pedagógica

A Polícia Militar do Amapá (PM/AP) realizou nesta segunda-feira, 23, a abertura da semana pedagógica voltada para 30 educadores civis e militares dos projetos sociais da corporação, cujo objetivo é o retorno gradual das atividades. Os programas estão com as ações suspensas desde 2020. O evento ocorreu no auditório do comando geral da PM.

A programação pedagógica acontece até o dia 27 deste mês e tem como objetivo capacitar, atualizar e padronizar os procedimentos para que haja nivelamento das ações que serão executadas pelos educadores sociais, dentre as quais está o protocolo sanitário de retorno das atividades presenciais, Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), inteligência emocional e gestão de projetos.

 

De acordo com o comandante geral da PM/AP, coronel Paulo Matias, a ideia é realizar uma troca de conhecimentos e experiencias para que exista um alinhamento das atividades.

“Essa semana serve de nivelamento entre os instrutores para que no retorno dos projetos não exista grupos trabalhando de maneira distinta”, destacou.

A Policia Militar do Amapá possui cerca de 35 projetos sociais de forma direta e indireta e atende mais de 10 mil crianças e jovens em vários municípios do Amapá. Após os ajustes pedagógicos as atividades presencias dos programas socias devem retornar gradativamente a partir do dia 8 de setembro.

 

Resultados

Um dos projetos sociais que vem se destacando é o Nocauteando as Drogas e Finalizando a Violência, que incentiva jovens e adolescentes a praticarem o Wrestling (luta olímpica).

O projeto iniciado em 2013 já atendeu mais de 700 jovens e atualmente possui cerca de 150 praticantes no programa.

O projeto apresenta resultados importantes para alunos e também para a sociedade. O projeto já tem como resultados atletas convocados para a seleção brasileira de Wrestling, outros já se tornaram profissionais das artes marciais mistas (MMA) e alunos que iniciaram no programa e com incentivo terminaram os estudos e já foram aprovados nos concursos públicos das Polícias Militar do Amapá e Tocantins.

O projeto funciona no bairro Infraero II, zona norte de Macapá, sob a coordenação do Capitão PM Wanderson Pantoja.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá