quinta, 23 de abril de 2020 - 19:51h - 2381
Amapá participa de debate sobre política da mulher durante a pandemia
Sepm discutiu o fortalecimento e a busca por estratégias na videoconferência da Secretaria Nacional de Política para Mulheres.
Por: Alice Valena
Foto: Divulgação
Secretaria Extraordinária de Política para Mulheres representou o Estado na videoconferência.

O Governo do Amapá participou de um debate relacionado a política da mulher em período de pandemia com gestores do segmento de diversos estados. O encontro ocorreu através de videoconferência, na quarta-feira, 22.

Esse evento foi realizado pela Secretaria Nacional de Política para Mulheres. Representando o Estado, a Secretaria Extraordinária de Política para Mulheres (Sepm) destacou o fortalecimento e a busca por estratégias.

A conversa interativa reuniu gestoras da região norte e sul destacou as pautas pertinentes como violência doméstica na quarentena, cuidados relacionados a Covid-19, além de envios de cartilha com recomendações de combate à violência e prevenção de acidentes domésticos, entre outros.

Para a secretária extraordinária de Política para Mulheres, Renata Apóstolo Santana, o debate foi importante para que o Governo Federal pudesse atentar para as mulheres principalmente as autônomas que estão passando por dificuldade.

Durante a videoconferência, a gestora citou, por exemplo, as castanheiras e outros grupos de mulheres, como as escalpeladas e as atendidas na Rede de Atendimento à Mulher (RAM).

“Muitas mulheres atendidas pela Rede não possuem renda fixa e tem a atividade econômica reduzida. Precisamos de mecanismos de ajuda para dar suporte a essas mulheres”, destacou Renata.

Ainda dentro das especificidades locais, outro destaque foram as relações necessárias para que o atendimento à mulher não fique parado. Foi citada a ferramenta com canais de comunicação via ligação telefônica, e-mail, rede social e Whatsapp.

Além do estreitamento da relação dos órgãos que fazem parte da Rede de Atendimento à Mulher (RAM), como o Ministério Público Estadual, Defensoria Pública do Estado e principalmente os órgãos de entrada como a Hospital Maternidade Mãe Luzia (HMML) e a Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher (DCCM).

Canal Alternativo de Atendimento: (096) 98409-0863

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá