quinta, 22 de novembro de 2018 - 14:49h - 172
Procon fará plantão para Black Friday 2018 neste sábado, 24
Consumidor que se sentir lesado pode entrar em contato com o Procon de 10h às 20h pelo 151, perfis do instituto nas redes sociais ou pelo site procon.ap.gov.br.
Por: Da Redação .Colaboradores: Andressa Serique
Foto: Imagem meramente ilustrativa

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon/AP), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública do Amapá (Sejusp), montou um plano de atendimento especial para esclarecer dúvidas e receber denúncias durante a Black Friday 2018, temporada de compras promocionais.

O plantão irá funcionar das 10h às 20h neste sábado, 24. Nesse período, os consumidores que se sentirem lesados podem entrar em contato com o Procon/AP pelo telefone 151 ou pelas redes sociais do instituto no facebook e instagram e, ainda, pelo site www.procon.ap.gov.br.

Em caso de necessidade, a equipe de fiscalização do Procon/AP poderá ir até o empreendimento para tomar as providencias cabíveis que garantam os direitos dos consumidores.

Orientações

A chefe de fiscalização do Procon/AP, Lana Silva, recomenda que em compras na Black Friday, o consumidor tenha em mente o produto que deseja comprar, sem perder o foco com tantas ofertas. “Além disso, é sempre bom exigir nota fiscal e guardar o comprovante da promoção, como folders, fotos e outros anúncios, para eventuais esclarecimentos e autuações, se for o caso”, advertiu.

Outra dica é a comparação de preços entre as lojas que ofereçam desconto e as que não oferecem, para saber se as ofertas valem a pena. “É importante também tomar cuidado com a publicidade enganosa. Algumas lojas usam preços fictícios para atrair consumidores. Essa prática é proibida”, alerta a chefe de fiscalização do Procon/AP.

Em compras online, Lana Silva, orienta ao consumidor que verifique se a loja possui recomendações, endereço físico e razão social. Ainda com relação a compras pela internet, a chefe de fiscalização lembra que o consumidor tem direito de arrependimento no prazo de sete dias.

Outra recomendação é o cuidado com a impulsividade. “Não exceda o seu orçamento. Os produtos podem ficar com preços muito atrativos, o que pode aumentar o desejo por compras exageradas acarretando em prejuízos para quem está comprando”, alertou Lana Silva.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá