sexta, 22 de novembro de 2019 - 13:29h - 4097
Hemoap e Associação dos Hemofílicos discutem doenças relacionadas ao sangue
O encontro ocorreu no auditório do instituto e reuniu familiares, amigos, profissionais das áreas da saúde e jurídica para explicações sobre as doenças.
Por: Weverton Façanha
Foto: Phillipe Gomes
Evento aconteceu na sede do próprio instituto, em Macapá

O Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) e a Associação dos Hemofílicos do Estado do Amapá (AHEAP), realizaram na manhã desta sexta-feira, 22, uma programação com debates, palestras e esclarecimentos para portadores de hemofília, Doença de Von Willebrand e demais coagulopatias. O encontro ocorreu no auditório do Hemoap e reuniu familiares, amigos, profissionais das áreas da saúde e jurídica, para explicações sobre os assuntos, ainda esconhecidos pela maioria da sociedade.

Segundo o presidente da Associação dos Hemofílicos do Amapá, Lindoval Sanches, o evento foi voltado para mostrar que no estado existe tratamento para diversas coagulopatias, e também chamar a atenção da sociedade para o tema.

“Temos em nossa associação mais de 100 pessoas cadastradas e como são doenças raras e hereditárias há muitas dúvidas sobre diagnósticos e tratamento. Por isso estamos levantando essa temática e colocando em evidência, principalmente, a Doença Von Willebrand, que tem surgido muitos casos”, destacou.

A hemofilia é um distúrbio na coagulação do sangue. Quando há sangramento em alguma parte do corpo humano, proteínas entram em ação para estancar o fluxo de sangue. Esse processo é chamado de coagulação. Pessoas portadoras de hemofilia não dispõem dessas proteínas e por isso sangram mais do que o normal, o que pode acarretar problemas graves de saúde.

Para a médica hematologista Luciana Machado, destacar essas doenças é de suma importância, e falar sobre Von Willebrand é mostrar algo quase desconhecido.

“São doenças até comuns, mas pouco conhecidas e diagnosticas. Aqui explanamos como é o tratamento. E que se ocorrer de maneira contínua e correta a pessoa consegue viver normalmente”, disse.

Apesar das doenças relacionadas ao sangue serem ainda desconhecidas da comunidade, a Associação dos Hemofílicos do Amapá já trabalha junto ao Poder Legislativo para garantir aos portadores dessas doenças passe-livre no transporte público municipal e intermunicipal para viabilizar a busca por tratamento. Em 2020 a associação trabalhar um ciclo de palestras nas escolas da capital e do interior divulgando e explicando acerca das doenças.

Doença de Von Willebrand

É uma doença hemorrágica, hereditária, causada por diminuição ou disfunção da proteína chamada de Fator de Von Willebrand (FvW). Isso ocorre devido à mutação no cromossomo 12 e é caracterizada por deficiência qualitativa ou quantitativa do fator de Von Willebrand.

A diversidade de mutações leva ao aparecimento das mais variadas manifestações clínicas, possibilitando a divisão dos pacientes em vários tipos e subtipos clínicos. A coagulopatia se manifesta basicamente através da disfunção plaquetária associada à diminuição dos níveis séricos do fator VIII coagulante. Existindo também casos raros de Doença de Von Willebrand adquirida.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Phillippe Gomes/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá