quinta, 22 de outubro de 2020 - 18:00h - 1276
Empreendedores têm até 20 de janeiro para aderir ao Refis Verde
Governador assinou o decreto que institui o Programa de Recuperação Fiscal.
Por: Anne Santos
Foto: Márcio Pinheiro
O governador do Amapá destacou que a adesão à agenda ambiental garante mais incentivos e é importante para o estado, já que é o mais preservado do Brasil.

O governador do Amapá, Waldez Góes, assinou nesta quarta-feira, 21, o decreto que institui a implantação do Programa de Recuperação Fiscal integrado ao Tesouro Verde - o Refis Verde. Até o dia 20 de janeiro, os empreendedores poderão aderir ao programa para pagamentos de tributos parcelados ou à vista com descontos.

A novidade este ano, é que as empresas que aderirem ao Tesouro Verde terão mais incentivos, como redução nos tributos. O programa oferta quatro opções de parcelamento, dessas, duas são ligadas a agenda ambiental. A medida é um incentivo à economia e ajuda os empreendedores como forma de minimizar os impactos da pandemia ocasionados pelo novo coronavírus.

Na ocasião, o governador do Amapá, Waldez Góes, destacou que a adesão à agenda ambiental garante mais incentivos e é importante para o estado, já que é o mais preservado do Brasil.

“Essa novidade do Refis verde é um incentivo para que as empresas façam a adesão ao programa, tendo a marca de que está contribuindo com a gestão ambiental”, afirmou Góes.

O lançamento do Refis foi comemorado pelos empreendedores. O presidente da Federação do Comércio do Amapá, Eliezir Viterbino, lembrou o esforço do governo para realizar medidas para ajuda-los neste momento de crise.

“O governador entende e reconhece o momento que estamos passando e o Refis é uma forma de ajudar o empreendedor a se regularizar. Faremos uma campanha para que o empreendedor faça a adesão ao Refis”, afirmou Viterbino.

“Em um ano atípico que todos enfrentamos, temos certeza que a equipe do governo tentou fazer o que era possível para atender as medidas para o nosso setor”, disse o diretor-superintendent do Sebrae, Waldeir Garcia.

O Refis Cerde é o primeiro do Brasil. Essas iniciativas possibilitam abrir portas, como linha de fomento verdes com taxas mais atrativas. O empreendedor poderá aderir ao programa até o dia 20 de janeiro.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá