quinta, 21 de maio de 2020 - 13:30h - 4905
Jovens iniciam campanha de doação de sangue e meta é coletar 200 bolsas
Sejuv promove segunda edição da Juventude Sangue Bom para aumentar o estoque do Hemoap, que teve registra queda durante a pandemia.
Por: Joyce Batista
Foto: Philippe Gomes/Secom
Doadores voluntários fazem parte do programa Amapá Jovem, do Governo do Estado.

Salvar vidas foi o que motivou o jovem Salomão Ferreira, de 24 anos, a participar da segunda edição da campanha Juventude Sangue Bom, que iniciou nesta quinta-feira, 21, no Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap).

Toda mobilização foi feita pela Secretaria Extraordinária de Políticas para a Juventude (Sejuv), através do programa Amapá Jovem, para alcançar a meta de 200 bolsas de sangue ao hemocentro, que registra queda durante a pandemia.

“Estamos passando por uma situação difícil com esse vírus. Então, quando a gente vem aqui doar sangue, é uma forma de salvar vidas, ajudar aquelas pessoas que estão precisando”, disse Salomão.

Segundo o titular da Sejuv, Pedro Filé, inicialmente foram selecionados 200 bolsistas, divididos em turmas de 20 voluntários por dia, para evitar aglomeração. A ação segue por dez dias.

Ainda de acordo com o secretário, outras medidas de segurança foram adotadas para evitar contaminação do novo coravírus. O jovem tem transporte garantido pela Sejuv e o uso de máscara e álcool em gel 70% é obrigatório.

“Nós utilizamos o Amapá Jovem como ferramenta de engajamento e responsabilidade social. Começamos um trabalho de conscientização para que a doação de sangue seja um ato voluntário constante na vida deles”, explicou.

Cada bolsa de sangue é possível salvar até quatro vidas. Então a meta pode alcançar 800 pacientes. O estoque do Hemoap atende hospitais e também usuários do hemocentro.

A diretora-presidente do Hemoap, Ruimarisa Martins, relata que a arrecadação sofreu uma drástica queda. Durante a pandemia, a média de doações diárias caiu de 80 para 19, o que pode deixar o quantitativo de bolsas no vermelho.

“Temos essa parceria com a Sejuv para conscientizar os jovens da importância da doação, principalmente nos períodos em que há queda. E, esse sangue serve para abastecer hospitais e atender os nossos pacientes”, ponderou.

Juventude Sangue Bom

Os bolsistas interessados em doar sangue devem procurar o coordenador do polo que faz parte e verificar se estão dentro do perfil exigido pelo Hemoap. Após isso, é necessário fazer agendamento e seguir as orientações repassadas pela Sejuv.

Caso o bolsista não se enquadre no perfil de doador, ele pode indicar amigos ou familiares para participar da campanha. O convidado também recebe o apoio da Sejuv para o ato de doação.

Doação de Sangue

Durante a pandemia, as doações no Hemoap são previamente agendadas através do telefone (96) 98811-0200.

Os requisitos para doar sangue continuam os mesmos:

  • Estar em boas condições de saúde
  • Ter entre 16 e 69 anos (no caso de menores de idade, é necessário o acompanhamento do responsável)
  • Pesar no mínimo 50kg
  • Estar descansado e bem alimentado

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Philippe Gomes/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá