quinta, 20 de julho de 2017 - 15:44h - 1064
Governo recebe demandas de moradores do Assentamento de Santo Antônio da Pedreira
Encontro com equipe de governo tratou sobre provicências para melhorar qualidade de vida da população que mora na localidade.
Por: Cassio Albuquerque
Foto: Cassio Albuquerque
A reunião aconteceu no loteamento, que foi fundado há cerca de oito anos e gerenciado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária

Os moradores do Assentamento de Santo Antônio da Pedreira, localizado na zona rural de Macapá, debateram as demandas da localidade com a equipe do governo do Estado em reunião realizada nesta quinta-feira, 20. O encontro foi articulado pela Secretaria Extraordinária dos Povos Afrodescendentes (Seafro) e contou com a presença da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap).

O abastecimento de água no assentamento, investimentos para a produção agrícola local e as linhas de crédito para produtores foram os principais pontos tratados com os habitantes do local, fundado há cerca de oito anos e gerenciado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

“A comunidade nos procurou e nós, enquanto governo, temos que fomentar a política pública e atuar dentro das nossas atribuições para que sejam atendidas as reivindicações dos habitantes”, explicou a titular da Seafro, Núbia Souza.

O diretor-presidente da Caesa, Valdinei Amanajás, informou que a companhia vai trabalhar no projeto voltado para o abastecimento de água da localidade. Em razão de o assentamento ser dividido em lotes, deverá ser adotado o modelo de construção de poços em cada terreno.

“Vamos buscar trabalhar em conjunto com a Funasa [Fundação Nacional de Saúde], que já realiza projetos dessa natureza em outros assentamentos, para garantir que tenha água para consumo doméstico e também para fins agrícolas”, declarou.

O representante do Rurap, Audson Santos, explicou que as demandas relacionadas à dragagem do solo e aporte mecânico na mão de obra serão apresentadas ao titular do órgão.

“Neste momento, será feita a coleta das demandas e serão apresentadas em uma nova reunião, para que possamos responder de que forma o Rurap poderá beneficiar os moradores deste assentamento”, disse Audson.

O vice-presidente da associação de moradores do assentamento, Welison Santos, aprovou a iniciativa da equipe de governo e o trabalho de orientação realizado pela Seafro.

“A gente foi bem atendido desde o momento que pedimos para marcar essa reunião. Hoje o encontro foi proveitoso, têm coisas a serem resolvidas, mas a gente espera que o governo dê a ajuda para o nosso loteamento”, comentou.

Quanto às linhas de crédito para produtores e incentivos, a secretária Núbia informou que esse assunto será repassado para a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agência de Fomento do Amapá (Afap) e, no dia 31, será realizado um encontro com esses órgãos na comunidade para tratar desses pontos.

“A associação se formou há um mês e, neste pouco tempo, ela não poderá ter acesso a certos créditos, mas há outras alternativas. Por isso que vamos passar essa demanda aos órgãos para que, nesta data, a comunidade seja orientada sobre quais opções eles podem recorrer para terem acesso ao crédito”, concluiu.

 

GALERIA DE FOTOS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá