terça, 20 de junho de 2017 - 12:53h - 1190
Estado prepara educadores para aumentar desempenho e aprendizagem em Escolas do Novo Saber
Estudantes egressos do ensino fundamental apresentam dificuldades em matemática e língua portuguesa.
Por: Paula Monteiro
Foto: Patrick Tavares
Os professores serão orientados sobre como melhorar o processo de ensino-aprendizagem por meio da organização de atividades, definindo tempo para o estudo dos alunos e também para o educador.

Pedagogos, coordenadores e professores que atuam nas oito Escolas do Novo Saber estão participando de um encontro para alinhar um plano de ação que ajude a melhorar o desempenho dos estudantes das escolas de tempo integral, do 1º ano do Ensino Médio. A formação de nivelamento acontece nos dias 20 e 21 de junho, na Escola Estadual José Firmo. Para realizar a capacitação o Governo do Amapá conta com os técnicos do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), que atua como parceiro da Secretaria de Estado da Educação na implantação do Ensino Médio de Tempo Integral no Amapá.

O encontro propõe orientar os educadores na operacionalização do nivelamento a partir da Avaliação Diagnóstica, a qual testou as habilidades dos alunos egressos do ensino fundamental nas disciplinas bases matemática e língua portuguesa. As avaliações realizadas em abril deste ano apontaram que os estudantes ingressaram nas Escolas do Novo Saber com baixo conhecimento nestas matérias. O teste serviu para traçar um diagnóstico deste público e, assim, criar um plano de ação de intervenção para recuperar a defasagem dos alunos.

Os consultores do ICE vão auxiliar os professores a melhorarem o processo de ensino-aprendizagem por meio da organização de atividades, definindo tempo para o estudo dos alunos e também para o professor, por meio de um planejamento que será executado a partir de agosto deste ano.

Uma nova avaliação será feita no início de 2018. Serão avaliados os mesmos alunos, que estarão no segundo ano do Ensino Médio de Tempo Integral, além de outros que vão ingressar na Escola do Novo Saber, primeiro ano. A ideia é analisar os resultados e diagnosticar os avanços nas práticas pedagógicas.  Além do desempenho geral, cada uma das oito Escolas do Novo Saber recebe um relatório mais detalhado, com desempenho por turma e também o diagnóstico de cada aluno, o que ajuda na construção de ações mais efetivas.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá