sexta, 19 de julho de 2019 - 21:00h - 1130
Técnicos apresentam estudo para implantação do Distrito Industrial em Mazagão
Características descritas na área proposta para o Distrito Industrial indicam a possibilidade de implantação do empreendimento.
Por: Fabiola Gomes
Foto: José Baia/Secom
Apresentação do estudo aconteceu no Palácio do Setentrião

O Governo do Amapá tem trabalhado fortemente no desenvolvimento do setor econômico. Neste sentido, um estudo ambiental para dar suporte à implantação do Distrito Industrial em Mazagão foi apresentado nesta sexta-feira, 19, ao vice-governador Jaime Nunes e ao prefeito João da Silva Costa, o “Dudão”.      

Durante o encontro, que aconteceu no Palácio do Setentrião, os técnicos do Iepa, da Agência Amapá e da prefeitura de Mazagão, que realizaram o levantamento, explanaram ponto a ponto, o resultado positivo da área onde funcionará o Distrito Industrial.

Jaime Nunes destacou a importância dessa implantação para o Estado do Amapá. “Essa é uma pauta macro, projeto de Estado que vai gerar emprego e renda com a chegada de novas indústrias atraídas pela localização estratégica do polo industrial”, afirmou.

Segundo o coordenador de mineração da Agência Amapá, Wagner Costa, as características geológicas e geomorfológicas descritas na área proposta para o Distrito Industrial, situada na Ilha das Barreiras (na área de expansão do perímetro urbano de Mazagão Novo, às margens do rio Amazonas) indicam a possibilidade de implantação do empreendimento.

"A área pode ser utilizada, desde que respeitadas as condições naturais apresentadas no estudo e os aspectos legais regulados pela legislação vigente", explicou o técnico.

O prefeito de Mazagão, Dudão Costa, ficou mais entusiasmado com a entrega do estudo e assumiu o compromisso de intensificar a articulação para agilizar os trâmites. “Essas são informações novas que irão possibilitar outras avaliações em relação a área. O próximo passo será ouvir os empresários que estão interessados em investir no polo industrial, e trabalhar na regularização fundiária e licenças ambientais da área”, esclareceu.   

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá