quarta, 19 de maio de 2021 - 19:05h - 10543
Juventude Empreendedora qualificará mais de 16 mil jovens em todo o Amapá
Lançamento do programa, que é uma parceria entre o Governo do Amapá e o Conselho Nacional de Juventude, ocorreu nesta quarta-feira, 19.
Por: Anne Santos
Foto: Márcio Pinheiro
A parceria foi anunciada em live com a participação dos jovens amapaenses.

Qualificar jovens em todo o Amapá e auxiliá-los a abrir o seu próprio negócio, é com esse objetivo que o programa Juventude Empreendedora foi lançado nesta quarta-feira, 19, pelo Governo do Amapá em parceria com o Conselho Nacional de Juventude (Conjuve). São mais de 16 mil vagas ofertados no curso online. O governador do Amapá, Waldez Góes, o secretário Extraordinário de Políticas para a Juventude, Pedro Filé, e o presidente do Conjuve, Marcus Barão, anunciaram a parceria via live com a participação dos jovens amapaenses.

O curso é gratuito e ensina a criar e manter um negócio, com poucos recursos, em tempos de coronavírus. Para participar é preciso fazer a inscrição no site até o dia 24 de maio. As aulas serão online pela plataforma Juventude Empreendedora, no período de 24 a 28 de maio, de 19 às 22h. Além dos bolsistas do programa Amapá Jovem, podem se inscrever qualquer jovem de 17 a 29 anos, em situação de vulnerabilidade social, mesmo que não seja inscrito no programa.

Durante o lançamento, o governador do Amapá ressaltou a importância das políticas públicas desenvolvidas por meio do programa Amapá Jovem e o investimento e qualificação da juventude amapaense.

“Esse programa vai potencializar muitos jovens, não só os que estão no Amapá Jovem, mas todo aquele que busca oportunidade de qualificação e que quer iniciar o seu próprio negócio. Com esse programa vamos preparar e qualificar nossa juventude. É um compromisso meu continuar investindo e ampliando as oportunidades”, afirmou o governador.

Góes também informou que as ideias de negócios serão fomentadas com financiamentos do Executivo Estadual via Agência de Fomento do Amapá (Afap) e anunciou mais investimentos no Amapá Jovem.

O presidente do Conjuve, Marcus Barão, destacou o trabalho de políticas públicas desenvolvido pelo Amapá para a juventude e a adesão do Estado ao Juventude Empreendedora.

“Esse é um esforço que o Conjuve, em parceria com os governos estaduais, busca para a construção de ações concretas neste período de crise. O Amapá é um grande parceiro da juventude e referência para o Brasil em políticas públicas. O governador Waldez e o secretário Pedro mais uma vez reafirmam o compromisso com os jovens ao colocá-los como prioridade, aderindo ao Juventude Empreendedora”, afirmou o presidente.

O secretário de Juventude lembrou os impactos da pandemia nos jovens, e que o programa que visa minimizar os impactos e apresentar alternativas para esse público.

"O jovem foi muito prejudicado com essa pandemia e o estamos criando mecanismos para gerar perspectiva para eles. O Juventude Empreendedora é mais uma alternativa que o governo do Amapá apresenta para a qualificação da juventude e incentivo ao empreendedorismo jovem”, disse o gestor.

Uma das jovens inscritas no programa é a bolsista do Amapá Jovem, Sabrina Oliveira, que já empreende informalmente como manicure e pedicure, agora ela quer profissionalizar o negócio e encontrou no Juventude Empreendedor a oportunidade de tirar o sonho do papel.

“Quero aprender mais, abrir minha empresa e fazer ela ser reconhecida e, futuramente, dar oportunidade para outras jovens que têm dificuldade em conseguir emprego”, disse a jovem.

Enrico Batista é bolsista de Pedra Branca do Amapari e também já se inscreveu no Juventude Empreendedora.

“Esse programa veio em uma boa hora. Pois a gente se sente meio desamparado por não ter conhecimento e nem saber por onde começar, quero empreender e por isso me inscrevi no programa”, afirmou o jovem.

As inscrições seguem até o dia 24. Durante cinco dias os jovens receberão orientações para abrir um negócio. Ao final do curso, serão selecionados 50 jovens com seus respectivos planos de negócios, através de ampla concorrência, e mais 10 planos de negócios oriundos do estado que mais tiver inscritos. Desses, 10 receberão a criação da identidade visual do seu negócio e três serão escolhidos para receber a premiação em Brasília.

Metodologia do curso

Criada pelo presidente da Besouro Agência de Fomento Social, Vinícius Mendes Lima, a metodologia by necessit, abordada no programa Juventude Empreendedora, trabalha o empreendedorismo a partir da vivência do aluno. O método aborda o modelo tradicional de planos de negócios, adaptando para a utilização de pequenos empreendedores, de forma a possibilitar sua execução em até cinco dias. O curso é divido em 11 etapas com aulas sobre finanças, comunicação online e offline, gestão de pessoas, entre outros. Também conta com dicas e guias práticos para auxiliar o jovem a sobreviver à crise e encontrar uma nova oportunidade de geração de renda em 2021.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá