segunda, 24 de fevereiro de 2020 - 11:54h - 1133
Sala para atendimento à mulher vítima de violência é inaugurada em Oiapoque
Sala Maria da Penha é um instrumento de fortalecimento da Rede de Atendimento à Mulher (RAM).
Por: Alice Valena
A sala conseguirá, prioritariamente, garantir o sigilo das ocorrências.

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública do Oiapoque (Ciosp-Oiapoque) recebeu nesta terça, 18, a sala Maria da Penha. O local é destinado ao atendimento específico e acolhimento diferenciado às mulheres vítimas de violência e é mais um passo importante ao fortalecimento da Rede de Atendimento à Mulher (RAM). O espaço é fruto da parceria do Governo do Estado, Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) e a Ordem dos Advogados do Brasil (seccional Oiapoque).

A sala conseguirá, prioritariamente, garantir o sigilo das ocorrências e dará mais dignidade num ambiente privativo a essas mulheres, que, muitas vezes, chegam em estado emocional abalado e têm vergonha de falar o que ocorreu num ambiente com muitas pessoas.

Para o delegado de Polícia Civil, titular do município de Oiapoque, Charles Corrêa, o espaço busca humanizar esses atendimentos.

“As mulheres podem contar sempre com o nosso apoio aqui em Oiapoque, principalmente por ser uma área de fronteira”, disse o delegado.

A sala foi pensada após um requerimento da OAB, secção Oiapoque, ao Governo do Estado solicitando a criação do ambiente, assim foi firmada a parceria entre o Tjap e OAB.

O Centro de Referência em Atendimento à Mulher de Oiapoque (CRAM-Oiapoque) estará na sala realizando atendimentos emergenciais. Após esse primeiro momento a vítima é encaminhada aos órgãos da Rede de Atendimento à Mulher (RAM): Defensoria, CRAM’s, Crea’s e outros. O centro compõem a Secretaria Extraordinária de Política para Mulheres.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá