terça, 18 de outubro de 2016 - 12:34h - 6274
Estudantes da rede estadual disputam etapa final do Parlamento Juvenil do Mercosul
Dois estudantes da Escola Estadual Dr. Alexandre Vaz Tavares disputam vaga no PJM 2016. Votação inicia dia 30 de outubro
Por: Wellington Costa
Júlia Jamile da Silva Azevedo e Fernando Teles Costa tiveram seus projetos selecionados na etapa estadual

Dois estudantes da rede estadual de ensino foram pré-selecionados para a etapa final do programa Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM 2016). Fernando Teles Costa e Júlia Jamile da Silva Azevedo têm 15 anos e são estudantes do segundo ano do ensino médio na Escola Estadual Dr. Alexandre Vaz Tavares. Um terceiro estudante, do Instituto Federal do Amapá (Ifap), também está na disputa.

Os estudantes participaram primeiro da etapa estadual, onde, entre os critérios de seleção, tiveram que apresentar um projeto autoral de protagonismo juvenil que contemplasse sua realidade local. Depois de elaborados, os projetos foram encaminhados para a Coordenação do PJM da Secretaria de Estado da Educação (Seed), que analisou e selecionou os três projetos que receberam as melhores pontuações.

Agora os alunos disputam a etapa final, coordenada pelo MEC. A escolha dos vencedores será por meio de processo eleitoral democrático, envolvendo os 108 candidatos nacionais pré-selecionados. A votação será realizada no período de 30 de outubro a 5 de novembro, por meio do portal do MEC, no endereço eletrônico www.pjm.mec.gov.br, onde os alunos terão seus perfis e projetos divulgados para a consulta pública. Jovens com idade entre 14 e 18 anos podem votar, após cadastro no site do MEC. 

Enquanto a votação não inicia, os alunos aproveitam para divulgar suas candidaturas nas escolas e nas redes sociais, com o intuito de mobilizarem os jovens a votarem e escolherem as melhores propostas. O projeto apresentado pela Júlia Jamile da Silva Azevedo é intitulado “Criando uma Sociedade Melhor”. O projeto quer fomentar valores necessários ao convívio social, visando estimular em cada jovem o seu melhor lado.

“A ideia é ensinar os valores que estão em falta hoje em dia, como o respeito, a solidariedade, honestidade, a compaixão. Além de aulas teóricas, teríamos aulas práticas, discutindo os temas em instituições relacionadas ao assunto, como abrigos, orfanatos, hospital, parques, por exemplo. Estou na expectativa por um bom resultado”, destacou a estudante.

O projeto apresentado por Fernando Teles defende a disponibilização do material didático do Ensino Médio em meio digital, otimizando o processo de aprendizado dos estudantes, bem como reduzindo custos. “Entre os benefícios de termos o material em formato digital, é que teríamos mais tempo em sala de aula para discutir os temas, por exemplo. Além de poder ter o conteúdo no celular, também, pronto para gente ler em qualquer lugar. Acredito que essa ideia vai se concretizar logo”, disse o estudante.

O jovem eleito para representar seu estado e o Brasil no PJM tem mandato de dois anos e, durante esse período, participa ativamente do processo de elaboração e divulgação da Declaração do Parlamento Juvenil, documento produzido pelo coletivo do PJM, composto pelos parlamentares juvenis de todos os países-membros e associados.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá