quarta, 18 de setembro de 2019 - 17:10h - 995
Lançado edital para candidatura a membros do Conesp
Vagas são para entidades da sociedade civil organizada e de profissionais de segurança pública. Inscrições vão até 18 de outubro.
Por: Rita Torrinha
Foto: Divulgação Secom-GEA
Governador Waldez Góes durante anúncio de investimentos em aparelhamento da segurança pública

O Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Conesp/AP) convoca entidades de trabalhadores da área de segurança pública e representações, fóruns, redes e movimentos da sociedade civil, também na área de segurança pública, a participarem do processo eleitoral para o exercício de mandato, composição do biênio 2019-2021. 

Os dois editais referentes às eleições estão publicados no Diário Oficial nº 7002, de 16 de setembro de 2019, e podem ser acessados pelo site da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública do Amapá (Sejusp), nos links: https://bit.ly/2kSMkezhttps://bit.ly/2mg7P9whttps://bit.ly/2knOu5M

Será escolhido um titular e um suplente de cada esfera - sociedade civil e de trabalhadores do setor. Entidades interessadas em compor o Conesp podem apresentar candidatura até o dia 18 de outubro, devendo encaminhar documentos (correspondência física), conforme edital, endereçados ao conselho, situado na Avenida Padre Júlio Maria Lombaerd, nº 810, Centro, CEP: 68900-030. O processo eleitoral está previsto para 12 de novembro. 

No Amapá, o Conesp foi criado recentemente, fruto de esforço do Governo do Amapá para organizar e estruturar o sistema de segurança local, garantindo maior transparência nas ações e inserindo a população nas decisões e fiscalizações para o setor.  

O projeto de lei de criação do conselho foi aprovado em maio deste ano e o governador Waldez Góes sancionou em junho. São 17 membros, entre representantes diretos da segurança, poder público e sociedade civil organizada. 

Trata-se de um órgão de consultoria, podendo sugerir ações de segurança pública e de defesa social e acompanhar a execução das mesmas. O conselho também pode propor diretrizes para a Política Estadual e para o Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, em conformidades e alinhados com as respectivas políticas e planos nacionais – o que possibilita uma maior integração na área de segurança com outros estados e a população em geral. 

A criação do Conesp é, também, importante para que o Estado receba recursos provenientes do Fundo Nacional de Segurança Pública, e representa mais um passo do Amapá em direção ao alinhamento institucional com as demais esferas de governo, integrando o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e aproximando também vários segmentos do setor público. 

Os membros do Conselho Estadual de Segurança Pública não recebem remuneração. 

Composição 

O Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social é composto por 17 membros e presidido pelo secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública. Fazem parte representantes da Polícia Militar; Corpo de Bombeiros Militar; Delegacia-Geral de Polícia Civil; Polícia Técnico-Científica (Politec); Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen); Departamento Estadual de Trânsito (Detran); Tribunal de Justiça do Estado (Tjap); Defensoria Pública do Estado (Defenap); Ministério Público do Estado (MPE/AP); Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AP); Polícia Federal (PF); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Guardas Civis; entidades e organizações da sociedade civil cuja finalidade esteja relacionada com políticas de segurança pública e defesa social do Amapá; e representantes de entidades profissionais de segurança pública.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá