terça, 17 de setembro de 2019 - 16:00h - 1165
Alunos do Amapá são classificados para etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica
Classificação aconteceu na segunda-feira, 16. Duas equipes representarão o Amapá na fase nacional, em outubro, no Rio Grande do Sul.
Por: Rafael Aleixo
Foto: Rafael Aleixo
Equipes vencedoras vão representar o Amapá na última fase da olimpíada

A etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) classificou, na segunda-feira, 16, em Macapá, duas equipes em modalidades para a seletiva nacional, que vai acontecer entre os dias 26 e 27 de outubro, no Rio Grande do Sul.

O evento, organizado pelo Instituto Federal do Amapá (Ifap), teve o apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Setec), e que contou com a participação de cerca de 50 alunos de instituições de ensino das redes pública e privada do Amapá.

Na prova, 13 equipes de Macapá, Santana e Laranjal do Jari, tiveram que percorrer um trajeto que simulava um ambiente real de desastre, onde o resgate das vítimas precisaria ser realizado por robôs.

De acordo com a coordenadora local da OBR, Erika Bezerra, o objetivo da olimpíada é estimular os jovens na área tecnológica.

“Um dos objetivos principais é motivar nossos jovens talentosos a ingressarem na atuação prática da robótica, despertar novos talentos e captar alunos para as áreas de engenharia. Isso é um movimento nacional, sendo não apenas uma competição”, falou a coordenadora.

Os alunos tiveram que demonstrar de forma prática, o trabalho desenvolvido durante 6 meses. Cada robô teve que estar habilitado para andar de forma autônoma na arena que simulou itens de resgate.

Na modalidade Nível 1, voltada a alunos do ensino fundamental, a equipe composta por Manoel Gustavo e Franco Andrey, ambos com 11 anos, foi a vencedora.

“A emoção é muito grande, porque, além de ter ganhado, estou participando com um dos meus melhores amigos. A nacional vai ser muito melhor, porém, mais difícil também”, disse Manoel, aluno do 6º ano da Escola Moderno Júnior.

A equipe vencedora na modalidade Nível 2, para alunos dos ensinos médio e técnico, foi do Ifap. Ambas as equipes vão representar o Amapá na última fase da olimpíada, que é apoiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

De acordo com o secretário de Ciência e Tecnologia, Rafael Pontes, o evento tem grande relevância no calendário científico amapaense.

“A parceria entre o governo e o Ifap é fundamental para que possamos popularizar a robótica como instrumento de ensino para a qualificação da educação infantil, fundamental e do ensino médio. Juntos, vamos estabelecer um calendário de cursos, palestras e oficinas, e eventos como este, para aproximar os alunos que ainda não conhecem a robótica”, destacou o secretário.

A OBR é uma olimpíada científica que tem o objetivo de estimular jovens às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro. A olimpíada destina-se a estudantes de 6 a 19 anos, de escola pública ou privada, do ensino fundamental, médio ou técnico, e é uma iniciativa pública gratuita e sem fins lucrativos.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Setec

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá