segunda, 16 de novembro de 2020 - 17:19h - 640
Mais Visão: Em dois meses já foram realizadas mais de 4.500 cirurgias de catarata e pterígio
Programa do Governo do Estado realiza procedimentos que recuperam a visão e devolvem aos amapaenses a independência e possibilidade de retornar às atividades laborais.
Por: Janine Cruz
Foto: Maksuel Martins
Desde o dia 7 de setembro, quando os serviços iniciaram, já foram realizadas 3.991 cirurgias de cataratas e 680 de pterígio.

Em dois meses de atuação o Mais Visão, do Governo do Estado, já alcançou 4.671 procedimentos oftalmológicos que corrigiram a visão e devolveram a capacidade de enxergar a muitos amapaenses. O programa é fruto de uma parceria com o Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate (Capuchinhos), e acontece com recursos de emenda parlamentar do presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre.

Desde o dia 7 de setembro, quando os serviços iniciaram, já foram realizadas 3.991 cirurgias de cataratas e 680 de pterígio. Os procedimentos acontecem na estrutura física montada nos Capuchinhos e conta com consultórios clínicos, centros cirúrgicos e uma carreta com equipamentos de ponta para a realização de exames oftalmológicos pré-operatórios.

Para muitos pacientes a possibilidade de realizar a cirurgia significa renovação, pois com a recuperação da visão, voltam a ter independência e até mesmo a possibilidade de retornar às atividades laborais.

Seu Francisco Belquior, de 62 anos, é cearense e mora há 16 anos no Amapá. O aposentado segue trabalhando com vendas. Há dois dias operou o olho esquerdo e nesta segunda-feira, 16, aguardava ansioso a cirurgia do direito, que vai lhe dar mais independência para seguir seu ofício.

"Última vez que consultei, o médico disse que precisava operar. Quando chegou este programa vi uma oportunidade e logo ligaram pra mim. Tinha muita dificuldade para enxergar do olho direito, que vou operar hoje. Moro só e precisava ter cautela. Vou renovar minha carteira de motorista e seguir trabalhando", contou seu Francisco.

A costureira de 46 anos, Deisiane Ferreira, também aguardava pela cirurgia de pterígio, popularmente conhecido como carne crescida. Contou que a doença nos dois olhos mexia com sua autoestima, e a necessidade de pedir ajuda constantemente para colocar a linha na agulha da máquina dava vontade de chorar.

"Estou bastante confiante e feliz. Me sentia muito mal, com vontade de chorar, pois queria fazer meu trabalho, e as vezes estava impossibilitada. Precisava esperar alguém chegar em casa para enfiar a linha na agulha. Já pensava em parar com o meu serviço, uma coisa que eu gosto de fazer, que escolhi como profissão. Agora estou bastante feliz, vou operar o segundo olho. Agradeço a Deus e as pessoas que tiveram essa iniciativa", disse a costureira.

O Mais Visão do Governo do Estado tem programado a realização de mais de sete mil procedimentos. São beneficiados os pacientes devidamente cadastrados na Central de Regulação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Em média realizam entre 70 e 100 cirurgias de pterígio e cataratas por dia.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá