quarta, 16 de outubro de 2019 - 12:36h - 1319
Inclusão social e primeiros-socorros são focos de projetos do Corpo de Bombeiros
Bombeiro Cidadão, Nadadores do Amanhã e Bombeiro Mirim Músico beneficiam crianças e adolescentes em vulnerabilidade social.
Por: Jorge Abreu
Foto: Divulgação/CBM
Esporte e música são ferramentas usadas para levar educação e segurança aos alunos

Mais de 600 estudantes de escolas públicas são atendidos gratuitamente nos projetos Bombeiro Cidadão, Nadadores do Amanhã e Bombeiros Mirim Músico, que atendem crianças e adolescentes em vulnerabilidade social.

Os três projetos sociais são desenvolvidos pelo Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP) e trabalham a inclusão e capacitação - entre elas, de primeiros-socorros – de crianças e adolescentes na faixa etária de 9 a 18 anos.

Bombeiro Cidadão

Promovido desde 2006, o projeto ensina instruções básicas desenvolvidas diariamente na rotina militar. São atendimentos de primeiros-socorros, educação no trânsito, prevenção de acidentes domésticos, educação ambiental, dentre outros.

“O projeto foca as instruções baseadas nas nossas atividades em uma linguagem bem acessível, tendo em vista que o público-alvo é adolescentes”, explicou o coordenador, subtenente CBM Francisco Pedroso.

Bombeiro Mirim Músico

Através da arte essa iniciativa busca inspirar os alunos para possíveis carreiras - seja militar ou no segmento musical. Os monitores do projeto são militares, ex-alunos e professores civis voluntários.

A iniciação musical se dá por meio da aprendizagem de flauta doce. Em seguida são ministradas aulas com outros instrumentos de sopro e, por fim, os integrantes do projeto podem participar da banda oficial do Corpo de Bombeiros.

Segundo o coordenador do projeto, capitão Marivaldo Palheta, entre os resultados estão ex-alunos que foram estudar em faculdade de música no Rio de Janeiro e outros que ingressaram na banda do Exército.

Outro destaque são alunos que relataram terem desistido de pensamentos suicidas depois de ingressarem no Bombeiro Mirim Músico. Palheta reforça a importância da inclusão social desses jovens.

Nadadores do Amanhã

Nesse projeto o esporte é a ferramenta usada para levar valores, ensinamentos básicos de primeiros-socorros e o incentivo para evitar a evasão escolar, além de estimular a autoestima e a habilidade das crianças e adolescentes.

As aulas, em Macapá, são praticadas nas piscinas do Comando-Geral do CBM e do 2º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), localizadas nos bairros Santa Rita e São Lázaro, respectivamente.

“Usamos a natação como prática inclusiva, objetivando o desenvolvimento social. Além disso, o projeto leva palestras, seminários, oficinas, passeios culturais e torneios esportivos”, explicou o tenente Saulo Amaral, coordenador da ação.

Como participar

Interessados em fazer parte dos projetos sociais do Corpo de Bombeiros Militar devem procurar, em fevereiro, o Comando-Geral da corporação localizado na Rua Hamilton Silva, nº 1647 - Santa Rita.

A documentação necessária para cadastro é: RG, CPF, certidão de escolaridade e comprovante de residência. Menores de idade devem ir acompanhados dos pais ou responsáveis.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Divulgação CBM

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá