sexta, 17 de julho de 2020 - 19:32h - 675
Entenda a importância do uso de máscara para evitar nova onda de contaminação da Covid-19 
Com o início da flexibilização do comércio em cidades amapaenses, o item se torna ainda mais importante para controlar a disseminação do coronavírus. 
Por: Joyce Batista .Colaboradores: Marco Antônio P. Costa
Foto: Maksuel Martins/Phillippe Gomes
Máscaras funcionam como uma espécie de barreira física para o vírus 

As máscaras de proteção tem sido um importante aliado contra a disseminação da pandemia do novo coronavírus em todo o mundo. Com o início da flexibilização do comércio em cidades como Macapá e Santana, o item se torna ainda mais relevante para evitar uma segunda onda de contaminação.   

LEIA MAIS:Retomada do comércio: saiba como se prevenir do novo coronavírus ao visitar estabelecimentos 

O uso das máscaras é essencial para proteção individual e coletiva, pois elas funcionam como uma espécie de barreira física para o vírus. Isso porque as gotículas liberadas do corpo humano contaminado podem atingir entre 1,5 metro e 6 metros, através da fala, tosse e do espirro. 

Diversos estudos comprovam que mesmo as máscaras de fabricação caseira podem proteger os indivíduos da contaminação entre 50% e 99%, dependendo do modelo e do material usados na confecção. 

A secretária-adjunta de Enfretamento à Covid-19 do Estado, Maracy Andrade, explica que, mesmo com eficácia comprovada e a determinação do uso obrigatório das máscaras, ainda há quem insista em não usar o item. 

"O uso da máscara é de suma importância, não só por ser algo obrigatório atualmente, mas também pela questão da saúde pública. O uso é importante principalmente em locais onde há maior contágio: locais pequenos, sem aeração e/ou com aglomeração de pessoas", disse. 

Maracy ressalta ainda que as ações governamentais de proteção coletiva alcançaram resultados positivos, mas precisam do comprometimento individual das pessoas, para que as chances de frear o contágio sejam maiores  

"Estamos com baixo risco de incidência, segundo o novo boletim epidemiológico, mas se não forem acompanhadas de medidas de higiene e prevenção do contágio, podemos sim ter um novo pico, uma nova onda da doença", afirmou. 

Uso massivo 

O superintendente de vigilância em saúde do Amapá, Dorinaldo Malafaia, reforça que uma das principais armas que a população pode ter nesse momento é o uso massivo de máscaras.  

“A população já está usando o acessório há mais de 100 dias, já temos um costume, por um lado, mas por outro, também percebemos que há um relaxamento e algumas pessoas deixaram de usar a máscara, como se os riscos da doença já tivessem passado. Queremos reiniciar uma campanha pelo uso massivo de máscaras, esse pequeno gesto pode fazer a diferença entre o crescimento ou diminuição da covid-19”, declarou Dorinaldo. 

 Cuidados

 

GALERIA DE FOTOS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá