terça, 16 de julho de 2019 - 16:15h - 1159
Curso Superior de Polícia forma 28 agentes na área de segurança pública do Amapá
É a segunda turma a se formar depois de três anos de lançamento do curso; antes os participantes tinham que ir para fora do Estado fazer a formação.
Por: Weverton Façanha
Foto: Maksuel Martins/Secom
Uma das novidades este ano foi a participação de integrantes de outras forças de segurança como a Guarda Municipal, PRF e Instituto de Administração Penitenciária

O Governo do Amapá realizou nesta terça-feira, 16, a solenidade de formatura de 28 agentes da área de segurança pública que concluíram o Curso Superior de Polícia (CSP) 2019, “Turma Major PM Rogério Soares dos Santos (in memoriam)”. A formatura aconteceu no auditório do Museu Sacaca, em Macapá.

É a segunda turma do curso e, este ano, teve duas novidades: a inclusão de membros de outras forças policiais e intercâmbio de quatro dias na Guiana Francesa. Da primeira turma, em 2016, participaram apenas militares da Polícia Militar (PM/PAP) e do Corpo de Bombeiros (CBM/AP) – 22 no total.

Este ano, foram 20 oficiais da PM/AP, três oficiais do CBM/AP, dois agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF/AP), dois agentes da Guarda Civil Municipal de Macapá (GCM) e um agente penitenciário. Com a formação, os participantes que são da Polícia Militar estão habilitados a ascender à patente de coronel.

O CSP durou três meses e buscou capacitar, atualizar e ampliar os conhecimentos estratégicos e administrativos de oficiais superiores em seus devidos postos de comando. 

O secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública do Amapá (Sejusp), Carlos Souza, vê o Curso Superior de Polícia como um marco da integração das forças policiais e investimento do governo em qualificação desses profissionais.

“Aqui nós temos uma prova de que o processo é integrado já que temos agentes das esferas federal, estadual e municipal. Isso mostra que o investimento não é somente em estrutura física, mas também nos servidores e essa é uma dinâmica da gestão estadual”, declarou o secretário.

O curso teve 420 horas-aula e 15 disciplinas ministradas por oficiais do Exército Brasileiro, PM/AP, membros do Judiciário, além de mestres nas áreas de comunicação, política e economia social.

Durante as aulas, os alunos (militares e agentes) tiveram atividades avaliativas e, ao final, apresentaram um trabalho para banca examinadora. A primeira colocada do curso foi a major PM Leidiene Souza.

O CSP foi dirigido pela PM/AP e organizado pela Escola de Administração Pública (EAP). “Houve um esforço conjunto. Por isso, conseguimos realizá-lo”, destacou o diretor-presidente da EAP, Jorielson Nascimento.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Maksuel Martins/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá