segunda, 16 de abril de 2018 - 22:04h - 340
Programação marca comemorações ao Dia do índio em Macapá e Brasília
As comemorações iniciam na quinta-feira, 19, às 7h30, com café da manhã, na Casa de Apoio dos Povos Indígenas Waiana e Aparai.
Por: Iracilda Tavares
Foto: Wenndel Paixão/Secom
Nove etnias do Amapá participam das comemorações. Elas são de Oiapoque, Pedra Branca do Amapari e Parque do Tumucumaque

O Governo do Estado do Amapá divulgou nesta segunda-feira, 16, a programação alusiva ao Dia do Índio, comemorado em 19 de abril. O evento, instituído Semana dos Povos Indígenas, ocorrerá em dois momentos, primeiro em Macapá (AP), no dia 19, na Casa de Apoio dos Povos Indígenas Waiana e Aparai, e o segundo em Brasília (DF), de 23 a 27, com acampamento Terra Livre. A programação é organizada pela Secretaria Extraordinária dos Povos Indígenas (Sepi).

Em Macapá, as comemorações iniciam-se na quinta-feira, 19, às 7h30, com café da manhã, na Casa de Apoio dos Povos Indígenas Waiana e Aparai, localizada na Rua Mar Vermelho s/n, bairro Renascer II. Ainda pela manhã, haverá cerimônia de abertura, com a presença de autoridades e lideranças indígenas do Amapá e Norte do Pará, grupo evangélico indígena e uma redonda de conversa, em que serão apresentadas propostas que garantem os direitos dos indígenas.

À tarde, a programação continua com as discussões para nivelamento de informações sobre a mobilização nacional indígena - acampamento Terra Livre, que acontecerá em Brasília, apresentação cultural dos povos indígenas do Amapá e Norte do Pará, palestras e outros assuntos.

Em Brasília, no período 23 a 27 de abril, 58 indígenas do Amapá e Norte do Pará participarão do Acampamento Terra Livre, o evento vai mobilizar cerca de 5 mil indígenas de vários estados brasileiros, que ficarão acampados em frente à Esplanada do Ministérios. Esta será a 15ª edição da maior mobilização indígena do país e terá como tema “Unificar as lutas em defesa do Brasil Indígena - pela garantia dos diretos originários dos povos”. Entre os assuntos que serão apresentados estão a demarcação de terras e precarização de serviços básicos como educação e saúde.   

Nove etnias do Amapá participam das comemorações, entre as quais, a Galibi Marworno, Karipuna, Palikur, Galibi Kalinã do município de Oiapoque, Waiãpi do município de Pedra Branca, além das etnias Waiana, Apalai, Tiriyó e Kaxuyana, do Parque do Tumucumaque. 

A programação visa proporcionar um momento de integração entre as comunidades indígenas e a valorização dos costumes, crenças e tradições dos povos. A Sepi tem a tarefa de formular e coordenar as políticas públicas de interesse dos povos indígenas no Estado, em consonância com as diretrizes dos órgãos federais, valorizando e respeitando a diversidade sociocultural desses povos, e fortalecendo suas formas de organização tradicional.

Confira a programação:

19 de abril

7h30 - Café da manhã

8h - Cerimônia de abertura

8h30 - Grupos Evangélicos Indígenas

9h - apresentação dos integrantes, lideranças indígenas e parceiros

9h30 - Composição da mesa

11h - Intervalo

11h15 - Apresentação das propostas

12h - Almoço

14h - Nivelamento sobre a mobilização nacional- Acampamento Terra Livre

15h - Dança Cultural dos povos indígenas do Amapá e Norte do Pará

16h - Intervalo

16h15 - Continuação de Dança Cultural dos povos indígenas do Amapá e Norte do Pará e Palestra sobre povos indígenas

18h - Outros assuntos que houver

18h30 - Agradecimento e encerramento

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá