sábado, 15 de fevereiro de 2020 - 14:56h - 1765
Governo destaca em torno de 2 mil agentes de segurança e saúde para atender foliões
Neste sábado, 15, o governador Waldez Góes levou uma equipe técnica ao local do desfile das escolas de samba para traçar as estratégias de segurança.
Por: Anne Santos
Foto: José Baía
Governador Waldez Góes, prefeito Clécio Luís, e Josiel Alcolumbre, representante do presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, acompanharam a inspeção técnica

O Governo do Amapá disponibilizará em torno de 1 mil profissionais para garantir atendimentos de saúde e segurança à população durante a quadra carnavalesca 2020 na capital e reforço no interior do Estado.

Além da passagem do Bloco ‘A Banda’, o contingente de profissionais de saúde, policiais militares e bombeiros, também será empregado nos dois dias de desfile de escolas de samba do Amapá, evento organizado pela Prefeitura de Macapá e pela entidade que representa as agremiações carnavalescas.

Na manhã deste sábado, 15, o governador Waldez Góes se juntou ao prefeito Clécio Luís, e Josiel Alcolumbre, representante do presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, para acompanhar a inspeção técnica no local e estrutura que estão sendo preparados para os dois dias, 21 e 22, de desfile. Batizada de Passarela do Meio do Mundo, a estrutura está sendo edificada no complexo turístico no entorno do Monumento Marco Zero do Equador.

Os chefes dos executivos municipal e estadual levaram ao local equipes de segurança da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Civil Municipal.

Na ocasião, o Corpo de Bombeiros fez uma vistoria nas estruturas de arquibancada, camarote, pista e outras dependências. Os militares também analisaram documentações e projetos. Também verificaram outros aspectos específicos do local como saídas de emergência e evacuação. A PM também estudou o perímetro para posicionar os agentes de segurança pública e promover um patrulhamento preventivo e ostensivo no local.

O governador ressaltou a importância dos novos moldes com que o carnaval está sendo retomado: com mais participação da iniciativa privada, o que incentiva o empreendedorismo das escolas, e o poder público, Estado e Prefeitura, entrando com apoio nos serviços essenciais de segurança e saúde.

“Estamos pontuando as necessidades e providências que o poder público deve tomar para garantir a segurança da população em um evento desse porte”, resumiu Waldez Góes.

Ele também lembrou que com uma adaptação no projeto de revitalização do Marco Zero, também será possível reformar o sambódromo, para que no próximo ano o evento retorne à tradicional Avenida Ivaldo Veras.

O prefeito de Macapá classificou como “essencial” o apoio do Estado: "Queremos que o carnaval ocorra da melhor forma possível e esses serviços na segurança e saúde são fundamentais. Estamos apresentado o espaço que montamos para que as equipes atuem integradas", disse o prefeito.

O carnaval é realizado pela Prefeitura de Macapá, Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá e iniciativa privada, com apoio do senador Davi que destinou recursos para realização do evento e revitalização do monumento.

Segurança

- 1200 policiais militares durante o período carnavalesco

- 500 bombeiros militares

- 170 agentes da Polícia Civil, além do aparato de viaturas.

O Grupo Tático Aéreo (GTA) fará sobrevoos nos locais.

Pontos estratégicos serão montados em lugares de muita concentração, como o carnaval da Avenida FAB, desfile das escolas de samba, bloco A Banda, e nos dias de folia em Santana.  Equipes da viatura de combate a incêndio e salvamento, ambulância e de observação de risco, vão trabalhar em ações preventivas para minimizar ocorrências.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) realizará a campanha Lei Seca com 22 agentes envolvidos para reprimir e inibir que pessoas alcoolizadas dirijam.

Já os Batalhões de Policiamento de Trânsito (BPTran) e Rodoviário Estadual (BPRE) terão os efetivos reforçados com mais de 100 soldados, que foram formados pelo Estado nesta sexta-feira (14).

Saúde

Para garantir o fluxo de atendimento durante o período de carnaval, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) preparou um plano de ação para o atendimento nas unidades de urgência e emergência.

As equipes do Hospital de Emergência (HE) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Zona Sul e Norte estarão preparadas para receber os foliões que porventura necessitarem de atendimento.

O plano inclui uma ação em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Macapá para que as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de 18h e 24h deem suporte nos atendimentos básicos de menor potencial. Já os casos mais graves serão transferidos ou encaminhados para as unidades estaduais.

As equipes com ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atuarão em conjunto com as do Corpo de Bombeiro. Ocorrências de traumas serão encaminhadas diretamente para o HE. Outro casos, conforme a gravidade, para o HE, UPAs Zona Sul e Norte, e UBSs Lélio Silva, no bairro Buritizal, e Rubin Aronovitch, no bairro Santa Inês.

Empreendedorismo

A Secretaria do Trabalho e Empreendedorismo (Sete) dará apoio à prefeitura na seleção e capacitação dos empreendedores que farão comercialização durante os desfiles das escolas de samba. A ação visa, além do melhor atendimento, garantir a segurança alimentar do público.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

José Baía/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá