quinta, 14 de dezembro de 2017 - 09:05h - 1165
Com contrato assinado, cineastas amapaenses contemplados pelo GEA fortalecerão economia
Além de impulsionar a indústria cinematográfica, a iniciativa gera emprego e renda
Por: Andreza Teixeira
Foto: André Rodrigues
Waldez Góes destacou que a medida valoriza as políticas culturais do Amapá e permitirá o crescimento do audiovisual no Estado, além de prestigiar os profissionais que dedicam-se a este segmento.

O cinema amapaense viveu um momento histórico nesta quarta-feira, 13. Representantes de nove dos doze projetos selecionados pelo primeiro Edital de Audiovisual FSA do Amapá assinaram o contrato que garante o repasse de recursos necessários para dar início às produções. O evento aconteceu no Palácio do Setentrião, sede do governo amapaense.

A oportunidade, fruto de uma parceria entre Governo do Estado do Amapá (GEA) e Agência Nacional de Cinema (Ancine), tem como premissa fortalecer o setor cinematográfico do Amapá. Trata-se de um antigo anseio dos profissionais que atuam na área.  Os projetos contam com um aporte financeiro de R$ 3 milhões, sendo R$ 2 milhões oriundos do Fundo Setorial Audiovisual (FSA), via Ancine, e R$1 milhão como contrapartida do GEA, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult).

Neste primeiro momento, assinaram contrato os representantes de nove projetos selecionados que consistem em dois telefilmes (um de ficção e um documentário); quatro curtas-metragens documentários; dois curtas-metragens de ficção e um curta-metragem de animação.  Para estes projetos, serão destinados os investimentos efetuados pelo Governo do Amapá. Efetuado o repasse, a Ancine poderá liberar os R$ 2 milhões destinados à produção do longa-metragem e das duas séries-documentários.

Além de impulsionar a indústria cinematográfica, a iniciativa irá fomentar a economia local, uma vez que um dos critérios do edital exige que as obras audiovisuais devem garantir no mínimo 80% de profissionais amapaenses ou que residem no Estado há mais de três anos e que 90% de toda produção deve ser locada em território amapaense.

Durante a solenidade, o governador Waldez Góes destacou que a medida valoriza as políticas culturais do Amapá e permitirá o crescimento do audiovisual no Estado, além de prestigiar os profissionais que dedicam-se a este segmento. “Trata-se de um marco na história do cinema amapaense. Este novo passo proporcionará que nosso Estado entre em um novo patamar de produção audiovisual”, destacou Góes.

O chefe do Executivo estadual acrescentou que o processo de elaboração do primeiro Edital de Audiovisual FSA do Amapá foi um aprendizado para o poder público e para os profissionais que atuam na área cinematográfica. Ele afirmou que, em 2018, o governo tem a intenção de lançar um novo edital em parceria com a Ancine, oportunizando outros projetos.

Um dos representantes das iniciativas selecionadas foi o jornalista André Cantuária, 26, que faz parte da produção do curta-metragem ficção “Açaí” onde desempenhará a função de diretor. Ele explicou que seu envolvimento no setor audiovisual começou enquanto cursava a faculdade e se intensificou quando teve a oportunidade de participar de projetos voltados para a área cinematográfica.

André ressaltou que a produção “Açaí” é uma comédia que se passará no bairro Novo Horizonte, zona norte de Macapá, retratando o cotidiano dos moradores da periferia e hábitos locais, como o fato de consumir o tradicional açaí religiosamente. “O elenco é 100% amapaense. Estamos muito empolgados e nossas expectativas são as melhores possíveis, principalmente pelo fato de criar um novo mercado, porque, até então, o audiovisual amapaense é muito voltado para a publicidade. Agora acredito que o cinema e as produções autorais ganharão mais espaço”, ressaltou.

A produtora Ana Vidigal é gerente do Museu da Imagem e do Som (MIS) e interlocutora do edital. Emocionada, ela frisou que a oportunidade é fruto da determinação e do empenho do Governo do Amapá e da união do segmento audiovisual. “Estamos celebrando um momento histórico do cinema amapaense, nosso compromisso agora é continuar o trabalho e dar início às produções”, afirmou destacando o apoio fundamental da Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa) para o processo de licenciamento das obras telefilme e seriadas, totalmente sem ônus para o Estado. 

Ana explicou que, a partir do momento que o recurso for aportado, os contemplados têm um prazo de doze meses para concluir a produção. Há uma comissão fiscalizadora criada pela Procuradoria-Geral do Estado do Amapá (PGE) que acompanhará o andamento das obras. “A proposta é que em dezembro de 2018 seja realizado um grande evento, oportunidade em que serão exibidas as produções”, destacou a gerente do MIS.

O gestor da Secult, Dilson Borges, frisou que todo o processo – desde a elaboração do edital à assinatura dos contratos – envolveu muito empenho do governo estadual. “O conhecimento adquirido vai ser fundamental para que possamos efetuar outros projetos destinados ao audiovisual e às políticas culturais em geral”, afirmou o titular da Secult.

Projetos selecionados

Ao todo, 12 projetos foram habilitados: dois telefilmes (um de ficção e um documentário); quatro curtas-metragens documentário; dois curtas-metragens de ficção; um curta-metragem animação; um longa-metragem e duas séries-documentários. As iniciativas foram escolhidas por uma comissão julgadora composta por renomados cineastas do país e precisaram atender a critérios determinados pelo edital.

Foram aprovadas as seguintes iniciativas:

Título do Projeto

Categoria

Gênero

Proponente

Depois da Tempestade

Longa-metragem

Ficção

Amora Filmes LTDA ME

A Montanha Dourada

Telefilme

Documentário

Castanha Filmes e Inventários Culturais LTDA ME

Super Panc Me

Telefilme

Ficção

Castanha Filmes e Inventários Culturais LTDA ME

Utopia

Curta-metragem

Documentário

Rayane de Almeida Penha  MEI

Sacaca – A Lenda

Curta-metragem

Documentário

Kelly Pereira Santana EPP

Grandes Projetos do Amapá

Obra seriada

Documentário

Set Filmes e Produções EIRELLE ME

Sons da África

Obra seriada

Documentário

JF Produções LTDA ME

Açaí

Curta-metragem

Ficção

Graphite Comunicação LTDA ME

Para Sempre

Curta-metragem

Ficção

Amora Filmes LTDA ME

Passar uma chuva

Curta-metragem

Documentário

Martins & Miranda Produtora LTDA ME

Encantados do Cri-ú

Curta-metragem

Documentário

JF Produções LTDA ME

Solitude

Curta-metragem

Animação

Castanha Filmes e Inventários Culturais LTDA ME

 

 

GALERIA DE FOTOS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá