quarta, 14 de abril de 2021 - 22:22h - 2089
Live reúne gestores para troca de experiências sobre o enfrentamento à covid-19
O governador do Amapá, prefeitos, representante do Ministério da Saúde e gestores de outros estados participaram do evento online.
Por: Henrique Borges
Foto: Albenir Sousa
Live foi transmitida no YouTube nesta quarta-feira, 14.

O Comitê Médico de Enfrentamento à Covid-19 realizou nesta quarta-feira, 14, uma live com a participação de gestores que atuam ou atuaram durante a pandemia. O governador do Amapá, Waldez Góes, participou do evento online, que busca trocar experiências sobre o combate ao vírus e como as gestões têm atuado diante dessa crise.

A provocação foi do presidente do comitê, o médico Pedromar Valadares, que atuou como mediador das falas. Foram convidados médicos e representantes de vários estados, inclusive do Ministério da Saúde, que contribuíram com orientações a respeito dos protocolos de prevenção e atenção primária.

Waldez apresentou resultados e fez um retrospecto desde o primeiro caso suspeito no Amapá e das ações que precisaram ser tomadas.

"Com a primeira suspeita de casos, logo começamos a tomar atitudes rapidamente, criando o comitê de enfrentamento e o comitê médico, duas medidas fundamentais para o diálogo com todos os profissionais da saúde e de linha de frente, dessa forma discutindo e conhecendo cada vez mais o problema", afirmou.

O governador também relembrou que a implantação de protocolos permitiu o Estado avançar em várias frentes de atuação.

"Firmamos o diagnóstico precoce das situações e assim fomos organizando a média e alta complexidade dos casos. Temos índices menores do que os índices do ano passado, porém, o tempo de agravamento e a mortalidade evoluiu, isso exige muito mais união de todos nessa luta", ressaltou Góes.

Toda a rede de atendimento de saúde para os pacientes acometidos pela covid-19 é resultado do esforço conjunto de vários entes políticos. Além disso, o Estado vem adotando desde o início da pandemia medidas socioeconômicas para minimizar os impactos causados na vida dos amapaenses. Waldez pontuou a força-tarefa feita para suprir a demanda de oxigênio no estado.

"Estávamos mandando 500 a 600 cilindros em caminhões por semana, mas agora com a usina de oxigênio, estamos com leitos livres e geração do gás de forma autossuficiente no Amapá. Agora conseguimos fornecer para os municípios próximos, como da região do Pará", disse Waldez.

Orientação do Ministério da Saúde

A secretária de Gestão do Trabalho no Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, destacou diversos pontos para que os gestores continuem o trabalho na atenção primária, evitando o colapso das unidades de saúde.

"Quando encontramos caos nos estados, é claro que houve falha na atenção primária e é isso que precisamos deixar claro para todos. Se a atenção primária não funciona, os colapsos acontecem", ressaltou.

Entre os pontos destacados, a doutora reafirmou a necessidade de mais agentes de saúde em campo realizando telemonitoramento e com transportes adequados para atendimentos, organização das gestões, horários estendidos nas unidades de saúde, adiamento do período de férias de profissionais, controle das áreas de atuação, utilização adequada das vacinas com segurança dos profissionais e organização de filas. Assim como a necessidade de campanhas de comunicação sobre higienização e distanciamento social.

O Ministério da Saúde disponibiliza todas as informações e orientações no site www.coronavirus.com.br.

Relatos de gestores

A live, que está gravada no YouTube, contou com a participação dos prefeitos de Macapá e Santana, assim como do ex-prefeito da capital, Clécio Luís, que atuou em 2020 no enfrentamento à pandemia.

Também foram convidados para apresentar resultados e relatos o prefeito de Porto Feliz (SP), Cássio Prado; a coordenadora da UTI Covid do Hospital das Clínicas de São Paulo e consultora da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), a médica Ho Yeh Li; a secretária de Saúde de Porto de Galinhas (BA), Raissa Soares; o representante da Confederação Nacional dos Municípios, Denilson Magalhães; e o presidente do Conselho Regional de Medicina do Amapá, Eduardo Monteiro.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá