terça, 14 de janeiro de 2020 - 18:49h - 3321
Mais de 107 mil procedimentos de medicina integrativa foram realizados pelo Cerpis em 2019
Ao todo o Centro oferta 33 tratamentos para os 3.449 pacientes da unidade.
Por: Claudia Cavalcanti
Foto: André Rodrigues

O Centro de Referência em Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Cerpis), em Macapá, registrou mais de 107 mil procedimentos em 2019, isso representou um aumento de 18% em relação a 2018.

Esse crescimento se deu em parte pela implementação de novos procedimentos:

  • Acunputura termal;
  • Reflexologia podal;
  • Geoterapia;
  • Biodança;
  • Quiropraxia;
  • Musicoterapia.

A musicoterapia, prática em que a música é utilizada em um contexto clínico de tratamento, reabilitação ou prevenção de saúde e bem-estar, deu origem ao Grupo Musical do Cerpis. Composto por pacientes e servidores, o grupo realizou cantatas em hospitais e unidades de saúde, levando amor em forma de música.

Ao todo o Cerpis oferta 33 tratamentos para os 3.449 pacientes da unidade. Entre os atendimentos mais frequentes estão:

  • Acupuntura clínica;
  • Terapia ocupacional;
  • Cuidados com a coluna;
  • Terapia da dor;
  • Fisioterapia integrada;
  • Pilates terapêutico.

A aposentada Cleonice Costa, já era paciente do Centro quando em junho do ano passado sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) que afetou os movimentos do lado esquerdo do corpo. Segundo ela, as terapias que realizou no Cerpis foram fundamentais para a sua recuperação.

“A biodança foi um tratamento que me ajudou muito, é uma cura através dos movimentos, cada vez que eu faço eu melhoro muito mais. Eu já fiz vários tratamento aqui, todos são bons, eu confio e indico sempre”, ressaltou.

Cerpis

Reconhecido pelo Ministério da Saúde, o Cerpis oferta medicina popular, integrativa e complementar. Tem como objetivo oferecer à população acesso a serviços gratuitos e a métodos de vida, por meio da prevenção, manutenção, terapêuticos e de comprovação científica.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá