quarta, 12 de junho de 2019 - 20:00h - 811
Marcha Estadual mobiliza população do Centro de Macapá a combater trabalho infantil
Governo, instituições e sociedade civil se unem à campanha nacional; teve distribuição de material informativo e conversas com trabalhadores e empresários.
Por: Rodrigo Souza
Foto: Philippe Gomes/Secom
A marcha promoveu uma onda de informação e conscientização no centro comercial da cidade de Macapá

A Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims), realizou nesta quarta-feira, 12, a I Marcha Estadual de Enfrentamento ao Trabalho Infantil, evento realizado em parceria com o Fórum Estadual de Prevenção e Combate ao Trabalho Infantil, organização que tem como um de seus objetivos promover a reflexão e a discussão sobre o tema, a construção de consensos e propor estratégias para o enfrentamento ao trabalho infantil.

A data marca o dia 12 de junho, Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, que foi instituído pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em 2002. Desde então, a OIT convoca a sociedade e os governos do mundo todo a se mobilizarem contra o trabalho infantil. No Brasil, o 12 de junho foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil, pela Lei Nº 11.542/2007. Em 2019, o mote da campanha é “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”.

A marcha concentrou dezenas de pessoas na Praça da Bandeira e se deslocou pela Rua Cândido Mendes, promovendo uma onda de informação e conscientização no centro comercial da cidade de Macapá. A ação teve como destino o Parque do Forte, onde agentes apoiadores da causa e autoridades presentes, fizeram falas em defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes.

“Este momento é de conscientização. Estas crianças que vivem no comércio vendendo bala, na verdade estão se prostituindo, sendo abusadas sexualmente ou vendendo drogas. Esta é a primeira marcha, mas nós pretendemos dar continuidade e realizar todos anos”, destacou a secretária de Inclusão e Mobilização Social, Albanize Colares.

A mobilização no centro comercial também aconteceu anteriormente com a distribuição de cartazes e material informativo. Além de conversas com trabalhadores do comércio e empresários.

“O Fórum existe desde a década de 90 e nós sempre demos apoio à várias ações. Ações como essa realizada pela Sims dão visibilidade para o combate ao trabalho infantil. Nós passamos pela área do comércio que é um lugar que têm várias ocorrências. E isso de certa forma vai conscientizando, esclarecendo e buscando adeptos a caminhar junto conosco contra o trabalho infantil“, ressaltou a assistente social Séfora Rôla e representante do Ministério Público do Amapá e do Fórum Estadual de Prevenção e Combate ao Trabalho Infantil.

Mobilização

A missão da Sims no combate ao trabalho infantil se dá em torno de campanhas, assistência aos conselhos estaduais, formulação de políticas públicas, divulgação e acompanhamento dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e dos Centros Especializados de Assistência Social (Creas), unidades públicas responsáveis por ofertar os serviços de proteção básica do Sistema Único de Assistência Social (Suas).

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

 Philippe Gomes/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá