quarta, 13 de junho de 2018 - 16:34h - 322
GEA abre chamadas públicas para credenciar artistas a participarem de 3 eventos culturais
Dois eventos serão realizados pela Secult em parceria com a Funarte e um, através de convênio com a Fundação Cultural Palmares.
Por: Da Redação .Colaboradores: Rodolfo Júnior
Foto: André Rodrigues/Secom
Uma das chamadas públicas está selecionando atuantes do movimento de hip-hop

O Governo do Estado do Amapá (GEA) abriu nesta quarta-feira, 13, três chamadas públicas para o credenciamento de artistas em três eventos culturais: “Mostra Santanense de Difusão Cultural”, “Festival de Música no Meio do Mundo” e “Festival Amazônico de Hip-Hop”. As inscrições vão até o dia 20 de junho e podem ser feitas das 8h às 14h, no Protocolo Geral da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), na Rua Eliezer Levy, nº 2.945, esquina com a Avenida Mendonça Junior, no centro de Macapá.

O credenciamento é uma das etapas exigidas para a realização das programações. “Isso possibilita definir a abrangência e a viabilidade das ações nas próximas etapas, que já estão sendo analisadas pelo corpo técnico da Secretaria de Cultura”, argumentou o titular da Secult, Dilson Borges.

Para a “Mostra Santanense de Difusão Cultural”, que tem previsão de ocorrer no mês de julho, serão selecionados artistas e grupos musicais autorais ou não; artistas e grupos musicais de voz e violão; atores ou grupos teatrais; artistas ou grupos de dança; artistas ou grupos de batuque; artistas ou grupos de marabaixo e artistas de artes visuais de renome local.

“Essa mostra será uma oportunidade de apresentar à sociedade o que está se produzindo de cultura e, principalmente, quem são os reais produtores dessa atividade fundamental para o desenvolvimento e fortalecimento de nosso estado”, enfatizou Dilson Borges.

Para o “Festival de Música no Meio do Mundo”, podem se credenciar bandas ou artistas de rock, pop, forró, samba, choro, Música Popular Brasileira (MBP), música erudita, instrumental, funk, soul, jazz, rap, hip-hop, sertanejo, pagode e vários outros ritmos.

“Este evento já está sendo elaborado e pretende incorporar vários segmentos musicais. Queremos promover o exercício da cidadania, através do respeito ao patrimônio cultural regional e proporcionar o entretenimento à população”, afirmou o secretário de Cultura. Ele informou que estes dois eventos serão realizados com recurso da Fundação Nacional de Artes (Funarte), viabilizados pelo deputado federal Cabuçu Borges.

Já o “Festival Amazônico de Hip-Hop”, será realizado através de convênio com a Fundação Cultural Palmares. O governo do estado já promove várias ações para fomentar este segmento da cultura no Amapá, a exemplo do evento internacional “Red Bull BC One Brazil Cypher”, uma das maiores disputas de hip-hop “homem a homem” , que ocorreu no Museu Fortaleza de São José de Macapá, em 2017.

O movimento se caracteriza, principalmente, por sua linguagem artística única, seja através da música, da dança, da arte plástica criando valores éticos e morais relacionados ao hip-hop.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá