terça, 13 de março de 2018 - 18:20h - 1914
Governo anuncia terceira chamada de habilitados do Programa Amapá Jovem
Consulta estará disponível a partir das 15h, desta quarta-feira, 14 pela internet. Entrega de documentos será de 15 a 21 de março.
Por: Iracilda Tavares
Foto: Arquivo/Secom
Entrega dos documentos inicia no dia 15 de março, nas unidades da Rede Super Fácil e nas gerências da Sims

O Governo do Amapá inicia nesta quarta-feira, 14 a terceira chamada pública de novos habilitados no Programa Amapá Jovem. Os candidatos inscritos podem consultar se estão ou não habilitados, a partir das 15h, através do site www.juventude.ap.gov.br ou nos polos de atendimentos do programa. A entrega da documentação ocorrerá entre os dias 15 e 21 deste mês, nas unidades da Rede Super Fácil ou as gerências da Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims) nos municípios.

A partir da habilitação, as informações declaradas no momento da inscrição, feita pela internet, precisam ser confirmadas, mediante declarações e comprovantes para que o processo de inclusão seja finalizado. Nesta chamada, o Centro de Gestão da Informação do Estado do Amapá (Prodap) abrirá o sistema para consulta de mais 16 mil cadastrados. Atualmente existem 31.769 mil jovens inscritos para acessar o programa.

Até o momento, foram habilitados 11.412 mil jovens de maior risco social, considerados prioritários na habilitação. Desses, 6.751 mil já foram incluídos aos benefícios do programa, que incluem um auxílio financeiro de R$ 120, uniforme e passe livre escolar, além de participação em cursos profissionalizantes, oficinas de arte e cultura, aulas de cidadania e atividades esportivas. Inicialmente, o governo pretende promover a isenção de 15 mil jovens e fortalecer as condições de ascensão social no mercado de trabalho.  

Os inscritos passaram por um filtro criterioso realizado pelo sistema do Prodap, que considerou os critérios estabelecidos pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) para a seleção. Entre as exigências, a faixa etária de 15 a 29 anos, possuir renda familiar de até dois salários mínimos, não possuir vínculo empregatício, estar em situação de vulnerabilidade social e ser ativo no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Em conformidade à Lei da Assistência Social, os nomes dos habilitados não serão divulgados numa lista. Um cuidado para não expor jovens em vulnerabilidade social. A divulgação ocorre como no Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. O candidato consulta o site juventude.ap.gov.br, preenche os dados e verifica o status da inscrição que pode ser habilitado, cadastro em análise e incompatível.

Segundo a secretária extraordinária de Políticas para a Juventude, Joelma Santos, o candidato passará por todo o processo, como entrega de documentos e análise do perfil socioeconômico, para que possa se inscrever nas atividades formativas. “É importante que todos façam a comprovação documental neste período, de 15 a 21 de março. Os habilitados que perderam o prazo de entrega de documentos na primeira e segunda chamada, também poderão fazer agora, basta procurar os polos de atendimentos e regularizar a situação, para que não fiquem fora do programa”, frisou a titular da Sejuv.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá