sábado, 12 de outubro de 2019 - 12:08h - 1103
“O ambiente hospitalar não pode tirar a alegria das crianças”, diz enfermeira do HCA
Programação dirigida a crianças internadas constou de peça teatral, distribuição de presentes, ações educativas e muita diversão.
Por: Elmano Pantoja
Foto: Elmano Pantoja/Sesa
Programação aconteceu na área do estacionamento da unidade

Celebrar o Dia das Crianças - seja em que circunstância for - é primordial para manter viva a alegria da garotada. Pensando nisso o Hospital da Criança e do Adolescente (HCA) não deixou a data passar em branco. Na manhã deste sábado, 12, realizou uma programação especial dedicada às crianças internadas naquela unidade de saúde.

O evento contou com parceria da Organização Não Governamental (ONG) Carlos Daniel, voluntários de faculdades particulares e profissionais do próprio hospital que arrecadaram presentes e os distribuíram às crianças. Além dos brinquedos, uma encenação teatral da peça "Alice no País das Maravilhas" levou a garotada ao mundo encantado da imaginação.

"Um momento como esse tem significado extremamente importante não apenas para as crianças, mas para todos nós que, às vezes, esquecemos o quanto é bom ter essa alegria. Por mais que elas estejam internadas, o ambiente hospitalar não pode tirar isso delas. Criança precisa ser criança onde quer que esteja", ressaltou a enfermeira responsável pela programação, Silvana Rodrigues.

Ações educativas como cuidados com a higiene bucal também fizeram parte da programação.

A enfermeira lembrou que as atividades alusivas ao Dia das Crianças estão acontecendo no HCA desde o início do mês com sessões de musicoterapia e corte de cabelo realizado por voluntários. Outras atividades estão previstas para ocorrerem até o final do mês.

Para a dona de casa Brena de Paula Pinheiro, mãe da pequena Laura Isabel, internada há um mês no hospital, ações acolhedoras como essas ajudam a melhorar a estadia dos pacientes.

"É difícil para uma criança ficar em um leito de hospital. Elas acabam se estressando. Querem brincar, correr, pular, mas, infelizmente, não podem. Falo pela filha que está aqui há um mês. Desde que começaram a fazer essas atividades ela ficou mais calma", comentou.

Para quem gosta de super-heróis, a presença do personagem Homem de Ferro foi uma grande atração durante a programação. Substituindo Tony Stark (o Homem de Ferro da fantasia) estava Agenilson Pereira, fundador da ONG Carlos Daniel.

"Não é primeira vez, e nem será a última, que abraçamos programações como essa. Para mim é muito gratificante ver o sorriso no rosto de uma criança e saber que estou contribuindo com isso. É algo inexplicável", disse.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Imagens: Elmano Pantoja/Sesa

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá