quarta, 12 de agosto de 2020 - 15:21h - 729
Agosto Dourado: Amamentar faz bem à saúde mental de mãe e filho
O bebê amamentado se sente mais protegido e a mãe mais feliz e confiante, pois percebe que a sua criança cresce forte e segura emocionalmente.  
Por: Janine Cruz
Foto: Janine Cruz
Mãe de primeira viagem, Darcyneide fala sobre as sensações ao amamentar o pequeno Kakashi.

Que amamentar é um ato de amor todos já sabem, mas o que muitos ainda desconhecem é que, além dos benefícios à saúde física de mãe e filho, o momento faz bem à saúde mental. O bebê amamentado se sente mais protegido e a mãe mais feliz e confiante, pois percebe que a sua criança cresce forte e segura emocionalmente.

A psicóloga do Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML), Vanessa Helen, disse que a amamentação está diretamente ligada à questão da saúde mental e que o ato de amamentar pode fortalecer o vínculo afetivo entre a mãe e o seu bebê.

"Quando a mãe segura o bebê no colo e faz o contato pele a pele e olha nos olhos da criança, transmite a sensação de proteção e segurança. Isso é primordial para que a criança possa se desenvolver forte emocionalmente", afirmou Vanessa Helen.

Vanessa explicou também que é durante o processo de amamentação que os laços afetivos de carinho são estreitados e o bebê tem a mãe como referência de proteção e segurança. Há uma troca de sentimentos entre eles.

"Amamentar é muito mais que alimentar o bebê, é nutri-lo de amor. O bebê tem uma sensação prazerosa de proteção e cuidado, e a mãe por sua vez, não está só transmitindo o alimento mais precioso que ela pode dar ao seu bebê, ela está transmitindo amor. E é muito importante que o bebê se sinta amado", destacou a psicóloga.

O bem-estar mental gerado pela amamentação empodera a mulher que amamenta. A mãe de primeira viagem, Darcineyde Dias, que está de licença maternidade da coordenação do Banco de Leite Humano (BLH) do HMML, explicou essa sensação de felicidade e prazer ao amamentar seu filho Kakashi Dias, de dois meses.

"Sentir o leite sair do seio, perceber que o meu filho está ganhando peso, ganhando saúde, e pelo meu organismo, pois sou eu quem produz o leite que está nutrindo, me faz sentir super poderosa. A sensação de felicidade é muito grande e confortante, principalmente quando falam como ele é bonito, grande, gordinho e saudável", explicou.

Banco de Leite Humano (BLH)

O Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital da Mulher Mãe Luzia, funciona 24h por dia. Além de receber doações de leite, tem como função auxiliar as mães que desejam amamentar e acolher às que passam por dificuldade durante o processo de amamentação. O BLH está localizado dentro do hospital da Mulher Mãe Luzia, na Avenida FAB, entre Jovino Dinoá e Odilardo Silva. 

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá